Resenha: A Filha da Herege, Kathleen Kent

A_FILHA_DA_HEREGE_1294685422P

Autor: Kathleen Kent      Editora: Nova Fronteira Páginas: 332                     Ano: 2010

Classificação 5 ⭐️ 🚍

Á venda l Submarino l Americanas

Sinopse:

Em 1752, Sarah Carrier Chapman escreveu uma carta à sua neta revelando um segredo que havia guardado cuidadosamente por seis décadas. Era um relato assombroso sobre os horrores de uma aldeia da Nova Inglaterra chamada Salem e que obrigaram Sarah, na época com apenas dez anos, a tomar uma decisão que mudaria sua vida para sempre. Uma história assustadora de uma época onde não se podia confiar em ninguém: conspirações, traições, meias verdades e uma crença que domina as pessoas através do medo. Descendente direta de Carrier, a autora traz à vida a Nova Inglaterra puritana em seu período mais sombrio, assim como uma família unida pela confiança na verdade e pelo amor de seus membros uns pelos outros.

”  – E tudo isso está no seu livro vermelho grandão?
Ela segurou meu cotovelo com força e disse com rispidez:
   – Você nunca deve falar desse livro com ninguém, prometa-me agora mesmo que guardará segredo disso, inclusive dos seus irmãos. Prometa! “

A Filha da Herege é um romance forte e delicado ao mesmo tempo. Forte por tudo o que a família Carrier passou durante a suposta “caça as bruxas” em Salém e delicado ao ver o relacionamento de confiança entre mãe e filha.

O livro é uma carta que Sarah Carrier escreve para sua neta, contando a história de sua família. Na carta, Sarah conta que a caça as bruxas foi uma mentira criada pela igreja católica e como algumas pessoas foram guiadas pelo medo, superstição e a capacidade nata de fazer o mal e como sua infância foi marcada por perdas.

Muitas mulheres que conheciam a cura de algumas doenças/dores por ervas medicinais foram acusadas de bruxaria e a mãe de Sarah, a Sra. Martha Carrier, foi uma delas.

Martha era uma mulher de personalidade forte, que cuidava da família com o pulso firme e não se submeteu a tirania religiosa da época.

A parte mais chocante para mim foi quando a mãe de Sarah, estava no tribunal sendo julgada, pois a ex-empregada confirmou que viu Martha fazendo bruxaria (e ela é ex-empregada porque dormiu com um dos irmão de Sarah, a mãe não aceitou a situação e demitiu a moça, ela por sua vez ficou enfurecida e inventou essa história), e três mulheres fingem estar possuídas por demônios, fazem uma encenação ridícula e acusam-na de ter pacto com o satã. No fim quando ninguém mais está vendo, elas recebem dinheiro pela encenação. Qualquer desentendimento era motivo de acusar um e o outro de bruxaria, sendo criança, homem, mulher, todos estavam sujeitos a serem condenados a forca.

” No dia 20 de Julho, Mary Lacey prestou depoimento dizendo que realmente era uma bruxa, assim como sua mãe e sua avó. E que num sabá de feiticeiras feito a meia noite, o diabo prometeu que minha mãe seria a rainha do inferno. “

Eu fiquei com a impressão de que essa história realmente aconteceu, se alguém já leu e puder tirar essa dúvida, eu agradeço.

Eu gostei da narrativa e indico para todos.

Já leu o livro? Me conte o que achou.

Não leu? Comente também!

Beijo, outro, tchau!

assinatura ana

Anúncios

4 comentários sobre “Resenha: A Filha da Herege, Kathleen Kent

  1. Ricardo B, disse:

    Oi. Achei muito bacana sua resenha.

    Então, com relação as suas suspeitas de que a história relatada no livro tem um viés na realidade está correta.

    Fiz até uma resenha sobre o livro:

    dê uma olhada.

    Paz e Luz pra ti.

    Curtir

  2. Ana Buranello disse:

    Gente tô em choque com essa informação! Nossa essa história é muito triste então…
    Vou agora ler sua resenha!
    😀

    Já li rs…muito boa a sua resenha! Fiquei de queixo caído no fim dela…Até que ponto chega a maldade humana né?
    Durante a leitura da sua resenha lembrei de um série que fala sobre esse assunto, a diferença é que existe uma bruxa no povoado e ela que acusa as pessoas de bruxaria rs, se não me engano chama ” Salem”. Só parei de assistir por que tava ficando nojento por causa de sapos, sangues rs

    Curtir

Conte o que você achou!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s