Resenha: A Lista de Brett, Lori Nelson Spielman

a lista de brett

Autor: Lori Nelson Spielman         Editora: Versus Páginas:  364                                   Ano:  2014

Classificação 5 ⭐️ 🚍

Á venda l Submarino l Americanas

Sinopse:

Brett Bohlinger parece ter tudo na vida – um ótimo emprego como executiva de publicidade, um namorado lindo e um loft moderno e espaçoso. Até que sua adorada mãe morre e deixa no testamento uma ordem: para receber sua parte na gorda herança, Brett precisa completar a lista de sonhos que escreveu quando era uma ingênua adolescente.
Deprimida e de luto, Brett não consegue entender a decisão de sua mãe. Seus desejos adolescentes não têm nada a ver com suas ambições de agora, aos trinta e quatro anos. Alguns itens da lista exigiriam que ela reinventasse sua vida inteira. Outros parecem mesmo impossíveis. Com relutância, Brett embarca numa jornada emocionante em busca de seus sonhos de adolescência.

“Acredito que uma forte emoção, até mesmo nascida do medo e da ansiedade, seja bem melhor que uma vida de banalidades.”

Eu simplesmente amei esse livro!

Comédia drama eu diria.

Brett Bohlinger tem trinta e poucos anos e acaba de perder sua mãe Elizabeth, uma empresária bem sucedida.

Daí você pensa: “Ah ela vai receber uma gorda herança, vai se recuperar da perda da mãe com o passar do tempo, e depois viajaria para vários lugares…”

Nada disso!

A mãe deixa uma lista de 10 itens para Brett e ela só receberá a herança se cumprir essas metas.

Em meio a tristeza da perda de sua mãe, amiga e companheira, a atrapalhada Brett (é assim que à enxergo, mais ou menos como eu…rsrs) vai se redescobrir.

Descobrir novos amores, novas amizades e reatar alguns laços do passado.

A medida que Brett cumpre suas metas recebe um cartão feito por sua mãe, ( e meu Deus do céu, essa mulher era vidente, não é possível!!! Rsrsrs)

A história é narrada pela própria Brett que entre a tristeza pela morte da mãe, a raiva por ter que cumprir uma lista “idiota” que á faz levantar e sair de sua zona de conforto, ela descobre que sua vida pode tomar rumos inimagináveis.

Eu ri, fiquei brava, surpresa, triste, preocupada….

Já estava ficando louca!!

Acho que senti o que Brett sentiu!! Rs

“Eleanor Roosevelt certa vez disse: “Todos os dias, faça algo de que você tenha medo”. Continue se obrigando a fazer coisas que lhe dão medo, querida. Assuma os riscos e veja onde você aterrissa, pois são eles que fazer a jornada valer a pena.Com todo amor e orgulho, sua mãe.
“O amor é a única coisa sobre a qual você nunca deve chegar a um meio-termo.”

Uma amiga disse que não gostou do fim do livro, mas eu adorei!

Tinha vários finais possíveis e acho que ía gostar de todos.

Acima de tudo, essa leitura leve, tocante descontraída me fez pensar nos meus sonhos, que nunca é tarde demais para realiza-los e que muitas vezes deixamos metas realmente verdadeiras para trás para viver um “meio-termo”.

O que mais me surpreendeu foi a sensibilidade de Elizabeth,  a mãe de Brett, e como ela conhecia a filha, a ligação delas.

Ela conhecia cada pedaço de Brett.

Uma lição, uma aventura entre perdas dolorosas e a descoberta da vida, a ligação eterna entre mãe e filha.

– É verdade. Sou uma pessoa de muita sorte. Mas há um limite para o que as fadas madrinhas podem fazer. Eu acho que cada um tem o poder de realizar os próprios desejos. Só precisamos encontrar coragem para isso.

Beijos,

assinatura natalia

Anúncios

2 comentários sobre “Resenha: A Lista de Brett, Lori Nelson Spielman

Conte o que você achou!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s