Resenha: Reconstruindo Amélia, Kimberly McCreight

Reconstruindo-Amelia

Autora: Kimberly McCreight      Páginas: 352 Editora: Arqueiro       Ano:  2014

Classificação 4 ⭐️ 🚍

Á venda l Submarino l Americanas

 Sinopse:

“Kate Baron, uma bem-sucedida advo­gada, está no meio de uma das reuniões mais importantes de sua carreira quando recebe um telefonema. Sua filha, Amelia, foi suspensa por três dias do Grace Hall, o exclusivo colégio particular onde estuda. Como isso foi acontecer? O que sua sensata e inteligente filha de 15 anos poderia ter feito de errado para merecer a punição?Sua incredulidade, no entanto, vai aos poucos se transformando em pavor ao deparar, no caminho para o colégio, com um carro de bombeiros, uma dúzia de policiais e uma ambulância com as luzes desligadas e portas fechadas.Amelia está morta.Aparentemente incapaz de lidar com a suspensão, a garota subiu no telhado e se jogou. O atraso de Kate para chegar a Grace Hall foi tempo suficiente para o suicídio. Pelo menos essa é a versão do colégio e da polícia.Em choque, Kate tenta compreender por que Amelia decidiu pôr fim à própria vida. Por tantos anos, as duas sempre estiveram unidas para enfrentar qualquer problema. Por que aquele ato impulsivo agora?Suas convicções sobre a tragédia e a pró­pria filha estão prestes a mudar quan­do, pouco tempo depois do funeral, ela recebe uma mensagem de texto no celular:Amelia não pulou.Alternando a história de Kate com registros do blog, e-mails e posts no Fa­cebook da filha. Reconstruindo Amelia é um thriller empolgante que vai surpreender o leitor até a última página”

“É muito mais difícil perdoar alguém que não quer perdão.”

Reconstruindo Amélia foi um livro que praticamente devorei.

O suspense em volta da história e o fato de querer saber o que realmente aconteceu com Amélia não me deixavam largar o livro.

Cada segundo que tinha livre, gastava lendo-o.

Na grande maioria das vezes quando inicio uma leitura já imagino o que vai acontecer, e acerto, não sei se foi pelo fato de estar totalmente engajada em investigar a morte de Amélia que vendou meus olhos…rsrs…Na verdade o livro me surpreendeu a ponto de eu dizer em voz alta na rua: “Eu não acredito nisso!” hahaha

Sem mais delongas vamos ao que interessa:

Kate Baron é uma advogada que cria sua filha adolescente, Amélia, sozinha.

Em um dia atípico Kate recebe uma ligação da escola da filha informando que Amélia foi suspensa e que é preciso ir busca-la.

Atordoada com o fato da filha tão bondosa e estudiosa ter sofrido essa injustiça ela se dirige à escola.

Chegando lá em meio à uma aglomeração e uma ambulância com as luzes apagadas Kate recebe a pior notícia de sua vida: Sua filha está morta!

O pânico toma conta de todo o seu ser ao escutar do investigador que Amélia pulou do telhado da escola.

Imagine como essa mãe ficou! Amélia não tinha motivos para se suicidar, ou tinha?!

Era criada pela sozinha por Kate, que passava muito tempo trabalhando duro para dar o melhor à sua filha e suprir a ausência do pai (que por sinal Amélia nem sabia quem era).

Após alguns dias de desolação, uma mensagem no celular de Kate transforma sua vida: “Amélia não pulou.”

Quem mandaria essa mensagem e como sabe disso?!

A partir daí começa uma busca frenética em meio aos e-mails, mensagens de texto da filha, seu facebook.

Kate precisa redescobrir a filha morta, para tentar desvendar o que realmente aconteceu.

“Pelo visto eu só conheço um jeito de errar: magnificamente.”

 

“(…)  tinha um coração gigantesco e descontrolado que envolvia tudo o que passasse na sua frente. Era bom estar perto dele. Sobretudo porque às vezes eu mal sentia o coração bater sob o peso do meu cérebro hiperativo.”

 

“Virginia Woolf era tipo minha heroína. Não por ter entrado num rio com pedras nos bolsos – embora, em se tratando de formas de se matar, ela até que tivesse estilo -, mas porque era loucamente talentosa e fora quem quisera ser, por mais que o mundo lhe dissesse para ser diferente.”

O livro hora é contado por Kate em sua busca pela verdade e em outra por Amélia em seus últimos meses de vida.

Com datas, páginas do facebook e mensagens de celular, vamos descobrindo junto com Kate quem era Amélia e como o mundo escolar pode ser sombrio, com seus clubes secretos em que quando se é convidado a entrar, não pode mais sair.

Em certas partes achei o livro forte, pois tem palavrões pronunciados por adolescentes, mas isso é apenas a realidade..rsrs

Algumas vezes tive que voltar as páginas para olhar algumas datas, mais por curiosidade e para encaixar todas peças do que pela necessidade propriamente dita.

Enfim um livro empolgante, revelador, misterioso e acima de tudo SURPREENDENTE!!

Você pensa que sabe a história, que conhece sua filha, mas será que ela te conta  tudo?

Ás vezes existem coisas da sua própria vida, que você simplesmente desconhece.

“Tudo vai ficar mais fácil, prometo. Sempre fica.”

 

Beijos,

assinatura natalia

Anúncios

Conte o que você achou!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s