Resenha: Prisioneiros do Inverno, Jennifer McMahon

prisioneiros da neve

Autor: Jennifer McMahon         Editora: Record Ano: 2014                 Páginas: 350

Classificação 4⭐️ 🚍

Á venda l Submarino I

Sinopse:

Muitos acreditam que a pequena cidade de West Hall seja mal-assombrada. Ao longo de sua história, vários casos de pessoas desaparecidas foram registrados na região mistérios nunca desvendados. Alguns moradores inclusive juram que o espírito de Sara Harrison Shea, encontrada morta em 1908, ainda vague pelas ruas à noite.
A jovem Ruthie acredita que tudo não passa de uma grande bobagem. Porém, quando sua mãe desaparece sem deixar vestígios, ela começa a desconfiar de que aquela região guarda algum mistério, e suas suspeitas são reforçadas quando ela e a irmã encontram uma cópia do diário de Sara escondido em casa. Na busca pela mãe, Ruthie encontra respostas perturbadoras, e ela pode ser a única pessoa capaz de evitar que um grande mal aconteça. 

“Você achava que eu era louca quando viva? Você não conhece nada da loucura dos mortos. Agora não há cama nenhuma capaz de me segurar, doutor”, sussurrei com dureza em seu ouvido.”

Eita que eu senti medo! Eita que agora eu vou dar um tempo nos livros de terror! 😳 💀

Mas gente que delicia ler um livro de terror! Curti demais essas minhas duas últimas leituras! Eu sou muito medrosa com essas coisas de espíritos, mas não tenho vergonha na cara e adoro histórias sobre o assunto, tudo bem que depois eu fico vendo vultos, tendo pesadelos, com medo do escuro, mas não dá nada né, é bom que libera adrenalina e eu fico sempre atenta.

” Então algo passou correndo e me encarou. Eu a reconheci na mesma hora. Ela havia morrido de febre tifoide duas semanas antes. Eu tinha ido ao seu funeral.”
” Pode parecer cruel, enviar alguém para a morte. Mas basta um olhar para os olhos ocos e famintos da coisa que um dia foi minha filhinha para saber que existem coisas piores do que a morte.”

No livro conhecemos histórias paralelas, o ponto de vista de cada personagem e no decorrer da trama, essas pessoas se cruzam. A história se passa na cidade de West Hall, mais especificamente na casa de campo onde morou Sara Shea e hoje mora Ruthie com sua mãe e irmã. Nos fundos da casa tem a floresta da cidade e mais adiante um pico de rochas no formato de uma mão. O local é conhecido como ” a mão do diabo”. Muitas moradores acreditam que aquele lugar é amaldiçoado, que o espirito de Sara vive naquela floresta e é a responsável pelos desaparecimentos nos últimos cem anos.

Em 1908, onde tudo de errado começa, Sara Shea, perde sua filha na floresta e horas depois a encontra morta no fundo do poço. Arrasada com a morte da criança, decide ressuscitá-la com um feitiço que aprendeu quando bem nova, sua filha voltaria a vida por sete dias, depois estaria morta para sempre. Essas pessoas que voltam dos mortos são chamadas de dormentes.

Obviamente as coisas dão errado e isso reflete nos dias atuais, cem anos depois com o desaparecimento da mãe de Ruthie. Durante a busca pela mãe, Ruthie começa a descobrir coisas terríveis. Outras pessoas se juntam a ela, pessoas que também tiveram parentes desaparecidos e estavam ligadas a sua mãe e também uma pessoa ali que quer o passo a passo para ressuscitar os mortos rs.

” — Tiraram sua pele como se ela fosse uma uva. E sabe qual é a parte mais esquisita? Dizem que sua pele jamais foi encontrada.”
” — Temos poucas horas antes de ela voltar para a terra. Quero ver isso acontecer. Quero ver seu rosto quando a assombração deplorável que você trouxe de volta desaparecer para sempre.”
” — Mimi falou que este lugar é malvado — disse Fawn, com os olhos vítreos e estupefatos. — Ela falou que não é todo mundo que vai conseguir sair daqui hoje.”

O livro é todo trabalhado no suspense e na tensão. E sim, temos espíritos, dormentes, bruxaria…o pacote completo.

Para quem gosta do gênero é uma boa indicação, recomendo!

Espero ter aguçado a curiosidade de vocês!

E se já leram me conta o que achou! Se não leu, comenta também 🙂

Beijo, outro, tchau!

assinatura ana

Anúncios

6 comentários sobre “Resenha: Prisioneiros do Inverno, Jennifer McMahon

  1. danielavieira89 disse:

    Eita que já quero! Eita que minha lista de desejados só aumenta kkkkk
    Não consigo ler direito no celular ou tablet =/ To a louca baixando livros do Le Livros, mas não adianta…. digo pra minha mãe que baixo, pra se caso algum dia a gente morar na rua, sei lá… não ter mais dinheiro pra comprar nenhum livrinho (mas o celular permanecerá, pode ter ctz).

    Curtir

  2. Cíntia Bená disse:

    Eu adoro suas resenhas de livros de terror, Ana….mas…não li nenhum do gênero ainda….kkkk…leio as resenhas, fico namorando o livro nas livrarias e até comprei um do Stephen King, mas ainda não tive coragem de ler…kkkkkkkkk….toda vez que termino um livro, penso…ah, agora sim vou ler o de terror… e quando vejo, já estou com uma comédia romântica, um romance ou um drama nas mãos!!….rsrsrsrsrsrs
    E, pior ainda, desde que li uma resenha, meu sonho de consumo literário é “It – A Coisa”, que só a capa já me dá medo, imagina o resto…kkkkkkkkkkkkkk
    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

    • Ana Buranello disse:

      Ah o It é muito pesado mesmo, não lê! rs

      Tem um que eu emprestei para a Iara até, chama Asylum, ela achou o terror bem fraquinho, talvez você devesse começar por ele hahaha…

      Mas sabe que nisso que você falou de ” agora vou ler um de terror” e acaba na comédia romântica, eu sempre termino um e digo ” agora vou ler uma história normal, nada de ficção…” e quando vejo já tá com algum alienígena na mão kkkk…Não adianta, quando gosta é assim rs

      Curtir

Conte o que você achou!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s