Entrevista com o autor Douglas Lobo!

Oi leitores lindos!
 
Hoje temos uma entrevista especial com Douglas Lobo, o autor do livro ” Terra Amaldiçoada”!
 
A resenha do livro saiu semana passada e tem sorteio rolando, então depois de ler a entrevista vai lá participar, quem sabe você será o ganhador dessa história incrível?!
Vamos lá!

Foto Douglas Lobo

Digam “oi” para o autor!

– É o seu primeiro livro?

Sim. De muitos… J
 
– Como surgiu a inspiração para  escrever Terra Amaldiçoada?
Surgiu da constatação, no auge do sucesso da saga “Crepúsculo”,  de que os brasileiros leem literatura sobrenatural, mas que ainda são poucos os livros do gênero escritos por autores nacionais.
 
– No livro tem muitas situações descritas de quem vive no interior. Você é do interior?
Nasci em uma cidade do interior do Estado do Piauí chamada Valença. Fui criado em uma grande cidade – Fortaleza, no Ceará – e hoje resido em uma metrópole, no Rio de Janeiro. No entanto, venho de uma família de fazendeiros e sempre passava minhas férias de infância na área rural de Valença, de onde vêm vários dos cenários e situações do livro.
 
– Algum personagem foi inspirado em alguém que você conhece?
O protagonista tem algumas características minhas, mas mescladas com várias outras referências. De todo modo, em cada personagem há traços físicos e de personalidade que tirei de pessoas que conheci, mas sempre misturados, de modo inclusive a ter mais riqueza nas caracterizações.

terra amaldiçoada

– Quais dicas você dá para quem está começando a escrever ou pensa em escrever um livro?
Recomendo foco na disciplina, que tende a ser o mais obstáculo para os escritores iniciantes. Isso significa primeiro avaliar com sinceridade qual seu perfil: se trabalha melhor à noite ou de manhã, se escreve com rapidez ou não, se chega perto da redação final já na primeira escrita ou se tem que reescrever várias vezes etc. A partir dessa avaliação, é preciso estabelecer uma rotina de trabalho e tentar se manter nela, evitando ao máximo a dispersão do dia a dia.
Um bom livro para escritores iniciantes é o “Sobre a Escrita” (“On Writing”), do Stephen King. Dá dicas muito úteis, não só sobre as técnicas, mas também sobre a disciplina necessária ao autor. E não é restrito ao gênero terror, ao contrário de que se poderia pensar. Recomendo a aquisição dessa obra a qualquer um que queira escrever.
 
– Como foi o processo de criação e lançamento do livro?
Eu comecei o romance sem saber como a história terminaria. Foi a minha escolha na época – comecei a conceber o livro em 2012. Hoje me pergunto se não seria melhor ter um roteiro mais fechado desde o início. Acabei escrevendo três versões do livro, porque as duas anteriores não me convenciam, em termos de trama. Terminei o livro em junho ou julho de 2015. O lançamento oficial foi no dia 31 de outubro (Halloween). Sim, foi uma jogada de marketing.
 
– Quais são seus gêneros literários favoritos?
Terror, suspense e policial. Tanto os contemporâneos quanto os clássicos. Mas estou sempre lendo – e relendo – os clássicos da literatura universal, que em geral não são fáceis de encaixar num gênero.

 

– Tem mais livros a caminho?
Atualmente escrevo um romance policial, cujo título provisório é “Investigação Particular”. É sobre um detetive que investiga crimes na alta sociedade carioca e vive em conflito com sua vocação. Pretendo lançá-lo ainda em 2016.
separador-lápiz-3
E ai curtiram? 
 
Eu amo quando escritores nacionais topam participar das entrevistas! Tem alguma pergunta para o Douglas? Manda aqui nos comentários!
 
Até a próxima!
 
Beijo, outro, tchau!
assinatura nova ana
Anúncios

Conte o que você achou!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s