Preconceito Literário feat. Leitores Haters

Bora lá pegar a pipoca porque esse assunto vai render.

teoria-e-pratica!-livros-e-luvas-de-boxeNós achamos que leitores são seres evoluídos e cultos. Mas a evolução e a cultura desaparece quando a opinião do outro é diferente. Quando vejo os comentários pejorativos em grupos literários fico preocupada. É só alguém comentar que gosta da trilogia cinquenta tons de cinza ou crepúsculo que imediatamente surgem comentários preconceituosos. Se falar bem do livro da Kéfera então, começa o apedrejamento. Nem Jesus salva.

O leitor deve incentivar a leitura, não menosprezar. Um livro considerado ruim é a porta de entrada para o universo literário. 

O interessante é que os comentários são de pessoas que se quer leram os livros e pior, também vem de pessoas que nunca pegaram um livro para ler. Os leitores tem essa necessidade de criticar outros leitores, de sempre querer se sobressair que até Freud ficaria puto.

Eu não li crepúsculo e deixei o Sr. Grey de lado no segundo volume. Esses não são o tipo de leitura que eu gosto, por isso, um eu não li e o outro não gostei ( mas adoro os filmes). E parei por aí. Não falo mal de quem lê ou da obra.  Sabe porque? Por que cada um tem um gosto literário diferente.  É verdade gente!

E mais! Cinquenta tons não é o primeiro livro do gênero, não é um livro para mulheres mal amadas. Esse estilo literário existe a muito tempo. Quem frequenta o mundinho literário sabe disso. A pessoa sentada do seu lado pode estar lendo um livro erótico nesse momento e você nem sabe. Então quiridos, não fale sobre o que você não sabe. É feio. Não gaste energia falando mal de outras obras. Gaste energia incentivando a leitura. Gaste energia montando um mutirão de doação de livros. Gaste energia lendo para crianças. É mais produtivo.

Qual é o problema em gostar de livros de youtubers? Ou livros “modinha”, vulgo John Green?  Ou  qualquer outro livro? GIF-Haters-Gone-Hate-Haters-Gonna-Hate-Hate-Hating-Haters-GIFEu fico imaginando como foi em  1857 quando José de Alencar lançou O Guarani  ou o quanto Aluísio de Azevedo foi criticado pelos haters com o livro O Cortiço:

“-  Filomena vosmicê  encontrará  João neste final de semana?

– Não vou Rita, descobri que ele está lendo esses livros modinha, outro dia peguei ele lendo O Guarani. Que vergonha”

Ou então em 1817 numa roda de chá em Londres:

” – Emily deveria se comportar melhor e parar de ler esses livros da Jane Austen. Nunca vai arrumar marido agindo assim.” 

A intenção dos livros é que eles sejam lidos.

Eu amo livros de distopia e outros odeiam.  Meu namorado adora poesia, eu não. Minha tia é apaixonada por livro espirita, eu leio em último caso. E todo mundo continua convivendo educadamente – Existe amor em SPÉ por esse motivo que existem tantos gêneros diferentes, por que as pessoas são diferentes.

Cada um tem a liberdade de ler o que desejar e onde quiser.

Aceita que doí menos.

Fim da pipoca.

assinatura nova ana

Anúncios

13 comentários sobre “Preconceito Literário feat. Leitores Haters

  1. EntreLinhas disse:

    Nossa, eu concordo totalmente com você!
    Os haters têm esse prazer em querer ditar o que está certo ou errado, qual livro é bom ou não e ainda tratam a pessoa que lê um livro “ruim” como a pior pessoa do mundo. E cara… Se você achou um livro ruim, indique um livro bom; não fique dizendo que ele é ruim.

    Curtido por 1 pessoa

    • Ana Buranello disse:

      Nossa irrita demais esse comportamento né. O leitor posta a foto do livro todo contente e vem aquela enxurrada de comentários ofensivos. Nem com educação eles falam. É triste.
      Queria saber onde está escrito que ler ” A guerra dos tronos” ou ” O código da vinci” torna uma pessoa no direito de criticar outras.

      Curtido por 1 pessoa

  2. Tábata Mendes disse:

    Eu li a saga Crepúsculo, e sou apaixonada, quanto ao Cinquenta Tons, li os dois primeiros, mas não li o terceiro pq não estava no clima. Acho q tem h pra qlq leitura, e qlq delas é válida, se vc aprendeu algo ou absorveu alguma coisa boa, já valeu. Então concordo super com vc Ana!

    Curtir

  3. Barbara M. disse:

    Ana, que post sensacional! hahahahhh Amei os diálogos, nos fazem refletir.
    Há livros que eu não vejo valor literário, porém, a leitura é um hobbie como outro qualquer, cada um deve ler o que o entretém e o que quiser! Como você disse, um livro desvalorizado pode ser a porta de entrada para o mundo da leitura, e é isso que importa.

    Curtir

    • Ana Buranello disse:

      Kkkk os diálogos são bons mesmo…
      Então menina eu concordo com você, tem livros que eu não gostaria que lessem, mas não vou arrancar da mão de ninguém e muito menos dizer que é uma escolha ruim. Deusulivre, vai que a pessoa pega birra e nunca mais lê. Não quero ser responsável por um leitor a menos no mundo rs.

      E como você disse agora, a leitura é um hobbie como outro qualquer. Simples.

      Curtido por 1 pessoa

  4. Cíntia Bená disse:

    Ana, você disse tudo…odeio quando algumas pessoas rotulam outras só pelo gênero literário que ela gosta…a leitura deve nos fazer rir, chorar, esquecer…deve ser prazerosa!!! Para mim, qualquer leitura é válida e, independente se é um romance água com açúcar ou se é um livro de filosofia…cada um deles tem algo a acrescentar!!!
    Seu post me fez lembrar de uma vez, quando eu estava no primeiro ano da faculdade…estava sentada esperando o ônibus, com meu livro nas mãos, como sempre, e duas pessoas chegaram e sentaram no banco ao lado…um deles, quando vi que eu segurava um livro, começou a falar sobre leitura e tal e disse que eu devia ler mesmo, menos Paulo Coelho, porque era ruim, era isso, era aquilo….quando ele resolveu me perguntar o que eu estava lendo, adivinha…era um Paulo Coelho…kkkkkkk…ele ficou todo sem graça e até tentou remediar, mas eu disse para ele que ele tinha a opinião dele e que ela não faria diferença nenhuma pra mim, que eu gostava de Paulo Coelho e ia ler o livro mesmo assim…kkkkkkkk
    Vamos ler o que tivermos vontade de ler!!!!!
    Beijos

    Curtir

    • Ana Buranello disse:

      kkkkk ai queria ver a cara que essa pessoa ficou…Quando eu estava lendo Brida, do Paulo Coelho, muitas pessoas reclamavam dizendo para eu parar de ler porque não prestava. Eu amei o livro.
      Mas menina, não é mesmo, vamos ler o que tivermos vontade! * mim deixa* rs

      Curtir

Conte o que você achou!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s