Resenha: A Rainha Vermelha, Victoria Aveyard

A_RAINHA_VERMELHA_

Autor: Victoria Aveyard     Editora: Seguinte Páginas: 424    Ano: 2015

Classificação 3/5 ⭐️ 🚍

Á venda l Submarino l Americanas

Sinopse:

O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.

Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?

Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe – e Mare contra seu próprio coração.

“Talvez o que ele tanto esconde seja isto… seu próprio coração”.

Muita gente está falando muito bem desse livro. Tenho quase certeza de que até hoje só ouvi e li maravilhas dele. É aquele rebuliço de que todo mundo quer comprar. Mesmo sem esperar o preço abaixar >.<. E Eu comprei justamente pela grande expectativa que criei.

Temos aqui uma sociedade dividida pelos prateados e os vermelhos. Os do primeiro grupo são mais fortes, mais ricos e mais privilegiados, além de deter certos poderes os dando capacidade de dominar alguns elementos como fogo e água. Não sei se aconteceu com mais alguém, mas achava que as cores sanguíneas fossem apenas uma metáfora.

“Esta é a verdadeira distinção entre prateados e vermelhos: a cor do sangue. Esta única diferença os torna mais fortes, mais inteligentes e melhores do que nós”.

Mare Barrow é vermelha. Isso significa que ela e sua família eram pobres, e que poderia ter o mesmo destino que seus irmãos, ser recrutada para a guerra. É totalmente diferente da irmã caçula, que tem um excelente dom de bordar, assim pode conseguir um trabalho e se  livrar da guerra. Já Mare, o que faz de melhor é roubar.

Depois de um encontro misterioso com um garoto a caminho de casa, a garota é intimada em sua casa para servir no Palácio Real como criada do rei. Acreditando que sua vida se resumiria a isso, decidiu se dedicar ao serviço cada dia a mais, até que no dia da Prova Real, evento o qual seriam escolhidas uma princesa para cada filho do rei, Mare descobre algo dormido dentro de si mesma que nunca ousou imaginar.

Planos foram traçados e pessoas mentiam. Essas foram as medidas tomadas pelo rei e a rainha em relação a Mare. A protagonista descobriu que tinha muito mais em mãos do que nunca ousou imaginar. E com ajuda de alguns amigos vermelhos, se junta a Guarda Escarlate tendo como visão a queda dos prateados.

“Este que é o mundo que estou tentando derrubar, o mundo que está tentando me matar e matar tudo que amo. (…) Mas preciso tentar. Pela Cidade Cinzenta, por aqueles que nunca viram o sol”.

Depois de mais ou menos oitenta páginas o livro surtiu um efeito de curiosidade em mim,

mas não durou muito tempo. Não foi o gênero que não gostei, foi da história. Eu leio de tudo um pouco. Particularmente, A Rainha Vermelha não me prendeu. Contudo, o livo não é ruim, de jeito nenhum. Como eu disse no IG do blog (@estranhoscomoeu), Victoria Aveyard construiu personagens fortes, os descrevendo maravilhosamente bem. O livro é muito bem escrito. A história é descrita com muitos detalhes, que por vezes pode se tornar enjoativo.

Por fim, essa é só a minha opinião como leitora. Os livros surtirão efeitos diferentes sobre cada pessoa. Não consegui me empolgar com o livro, porém, toda leitura é válida. Com isso, faço um convite para vocês lerem o artigo PRECONCEITO LITERÁRIO FEAT. LEITORES HATERS de Ana Buranello aqui no do blog.

Beijos,

assinatura nova luiza

Anúncios

Conte o que você achou!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s