C. L #30 – Livros com personagens mulheres

Eu digo com propriedade, ser mulher é muito bom, mas é muito difícil. Ainda mais se você for uma mulher moderna, resoluta e independente, e, ao mesmo tempo, apresentar características como delicadeza, carinho e sensibilidade.

Merecemos ser lembradas, eternizadas de alguma forma, como em livros. Essa lista traz histórias de ficção e reais de mulheres que desde cedo tem que assumir responsabilidades, que lutam contra o preconceito por ser negra, por ser homossexual, por ser deficiente, por ser mulher.

Tentei diversificar a lista, uma é bruxa, duas tentam se reerguer após sofrer abuso, tem uma órfã, portadora de deficiência, algumas lutando por seus direitos, uma mãe que tenta criar seus filhos da melhor forma possível e a aventureira que tenta recomeçar após a morte de sua mãe. Mas todas tem algo em comum, são fortes, guerreiras e exemplos, e é extraordinário saber que existem mulheres assim bem próximo de nós.

 

As Brumas de Avalon – A Senhora da Magia – Marion Zimmer Bradly

as brumas de avalonClassificação: 5 ⭐️

“…O restante do livro é centrado na vida de Morgana, que após o casamento da mãe, é levada, ainda criança, por sua tia Viviane para viver em Avalon e aprender a ser uma sacerdotisa da Deusa. Após alguns anos em Avalon, Viviane também faz planos para a vida de Morgana e faz com que ela deite-se com seu meio-irmão Arthur, sem que ambos se reconheçam, e gere um filho dele, considerado puro de Avalon. Ao descobrir a traição de sua tia, Morgana, que tinha pura adoração por Viviane, se rebela contra ela e foge de Avalon. Adorei o livro! É muito interessante ver a influência das mulheres e a consequência de seus atos, o livro prendeu toda a minha atenção. O romance entre Igraine e Uther, na minha opinião, foi majestoso! Cheio de clichês, porém épico e vencedor! Soltei muitos suspiros!” Blog Nuvem Literária

 

A Cor Púrpura – Alice Walker

a cor purpuraClassificação: 4 ⭐️

“Celie é uma jovem de apenas 14 anos violentada pelo pai e entregue a um homem, com um passado sombrio, em casamento. Vivendo uma vida de humilhação, ela só pode conversar com Deus através de cartas, sendo que mais tarde, passa a escrevê-las para Nettie, sua irmã mais nova e a única pessoa no mundo que já a amou. É através dessa troca de cartas que vamos conhecendo mais do dia a dia dessas duas mulheres e de tantas outras que passam por suas vidas. A história ainda aborda de forma muito delicada relacionamentos homoafetivos o que me surpreendeu positivamente, se ainda hoje existem tantas barreiras para se falar sobre o assunto é preciso dar o devido crédito a quem, tanto tempo atrás, se predispôs a fazê-lo. A cada página eu ficava ainda mais maravilhada pela liberdade da autora de falar de forma tão simpática e, as vezes, até mesmo discreta sobre o assunto.” Blog Literatura Pessoal

 

A Escolhida – Lois Lowry

a-escolhida

Classificação: 5 ⭐️

“Órfã e portadora de uma deficiência, Kira precisa enfrentar um futuro assustadoramente incerto. Vivendo em uma civilização que descarta os mais fracos, ela sofre hostilidade dos vizinhos, que a acusam de ser inútil para a comunidade. Gostei muito da Kira, ela é forte, decidida e tem um bom coração. E pelo jeito vai colocar os pingos nos is. É uma leitura rápida e fácil. Gostei muito! A história se desenrola muito bem, mas o final… não sei. Não gostei. Ficou faltando um desfecho, por mais que eu saiba que o livro terá continuação, para mim ficou muito vago.” Resenha aqui do blog

 

A Resposta – Kathryn Stockett

a nrespostaClassificação: 5 ⭐️

“Skeeter (ou Eugene, seu nome de batismo), de longe a personagem mais instigante da trama, é uma moça branca que acabou de se formar em Jornalismo e volta a morar com os pais… Skeeter resolve escrever um livro sobre o lado das mulheres negras que trabalham para famílias brancas e para isso conta com a ajuda de Aibileen e Minny… O tema abordado em A Resposta não é nem um pouco fácil. É muito duro saber o quanto uma pessoa negra sofria naquela época e é mais triste ainda imaginar que não era só nos Estados Unidos. Apesar de ser um livro bem gordinho, a leitura é totalmente rápida e fluida e creio que grande parte disso se deve a linguagem simples, mas bem estruturada. A narrativa é tão incrível que não consegui parar de ler até ter terminado.” Blog Lost Girly Girl

 

Eu sou Malala – Malala Yousafzai

eu sou malalaClassificação: 5 ⭐️

“Eu Sou Malala retrata a história dessa jovem desde seu início, quando nasceu no Vale do Swat, em uma região tomada pela pobreza, como grande parte de seu país… Malala foi incentivada pelo pai a expressar sua opinião desde cedo, e foi isso que ela fez: através de palestras, discursos e ações de caridade, a menina sempre se posicionou contra as leis extremistas que proíbem a educação feminina, se tornando um ponto de referência, assim como seu pai, para aqueles que desejavam lutar pelos seus direitos. Mal consigo colocar em palavras o quanto a leitura de Eu Sou Malala me tocou, e, mais do que isso, me levou a refletir sobre o mundo no qual vivemos. Por fim, ainda é difícil para eu expressar o quanto esse livro me levou a refletir sobre como devemos lutar sobre nossos direitos e nossos sonhos. Sobre como devemos nos impor diante do que sabemos estar errado, levantar-se e ir à luta.” Blog Palácio de Livros

 

Grito de Guerra da Mãe Tigre – Amy Chua

o grito de uma mãe tigreClassificação: 3 ⭐️

“Grito de guerra da mãe-tigre é a história incontestavelmente honesta, muitas vezes engraçada e sempre instigante de uma mãe radical. Por se opor de maneira drástica à indulgência dos pais ocidentais, Amy Chua tomou a decisão de criar as filhas, Sophia e Lulu, à moda chinesa. As mães-tigres veem a infância como um período de treinamento. Bom, para mim o livro foi muito interessante pois pude ter uma outra perspectiva de como criar os filhos, e claro que não vou agir como uma mãe chinesa, mas tirei alguns pontos importantes como por exemplo para a cultura chinesa os filhos são mais fortes que pensamos, podendo aguentar mais pressão do que imaginamos, e que isso pode impulsioná-los a obter sucesso.” Blog Desejo ser Perfeita

 

Livre – Cheryl Strayed

livreClassificação: 5 ⭐️

“Depois de quatro anos da partida de sua mãe, Cheryl quer um recomeço. Ela resolve percorrer mais de 1.700 quilômetros da Pacific Crest Trail (PCT), uma trilha que se estende da fronteira dos Estados Unidos com o México até o Canadá e tem mais de 4.200 quilômetros de extensão. Sem nada a perder, ela gasta suas últimas economias com equipamentos e coisas necessárias para a longa caminhada. Eu posso dizer que Livre é uma das melhores biografias que eu já li. Cheryl não esconde do leitor nenhum fato, contando cada detalhe de tudo aquilo que viveu, todos os erros que cometeu e descreve minuciosamente seus sentimentos, dando ao leitor a impressão de estar dentro da história, vivenciando tudo aquilo.” Blog Acampamento da Leitura

 

O livro do destino – Parinoush Saniee

o-livro-do-destinoClassificação: 5 ⭐️

“O livro conta a história de Massoumeh. Adolescente na Teerã pré-revolucionária, ela é uma jovem determinada e sedenta por conhecimento… a família trata de casá-la rapidamente com um homem que ela nunca vira. No entanto, Massoumeh não teve a sorte, nem o azar de casar-se com um homem comum. Hamid, seu marido, é um dissidente marxista perseguido pelo regime opressor do Xá. A narrativa de Massoumeh é uma verdadeira aula – tanto de história quanto de cultura.  Massoumeh é uma forte representação do feminino na literatura. Ouso dizer que uma das representações mais marcantes para mim. O livro do destino é como sair da caverna de Platão! Sinto-me outra pessoa ao fim da leitura, o que o torna tão difícil de resenhá-lo, pois me modificou muito positivamente.” Blog Como Devorar Livros

 

Precious – A Força de uma Mulher – Sapphire

preciousClassificação: 3 ⭐️

“A adolescente do Harlem Clareece Precious Jones é obesa, analfabeta e está grávida pela segunda vez de seu pai. Vítima de constantes abusos físicos e psicológicos por parte da mãe… Seu encontro com uma professora batalhadora a apresentará a um mundo novo, onde poderá expressar seus sentimentos e recuperar sua voz e dignidade. É uma história de esperança, de alguém que apesar de tudo, não quer desistir, que acredita que um dia vai conseguir, que um dia as coisas serão melhores… Admiro a coragem de Sapphire ao escrever uma história dessas. Chocante, devastadora e de partir o coração em muitos pedaços.” Blog Literatura Pessoal

 

Tomates Verdes Fritos – Fannie Flag

TOMATES_VERDES_FRITOS_1405906785BClassificação: 4 ⭐️

“O livro, escrito por Fannie Flag, conta a história da cidadezinha da Parada do Apito, através de uma velhinha muito simpática e sábia e da senhora que a ouve, uma dona de casa em crise. As personagens principais da cidade e da história são um casal lésbico, que trabalham no principal lugar da cidade, um café que serve tomates verdes fritos. O enredo apesar de simples é cativante, mas também discute assuntos mais sérios com uma leveza que é o tipo de livro que você começa a ler e se envolve emocionalmente com as personagens, duvidando da existência não real, mas fictícia delas.” Blogueiras Feministas

separador-lápiz-3

Quem nunca se identificou com uma personagem?! Já leram algum desses livros? Se souber de mais algum pode acrescentar nos comentários. Espero que tenham gostado! Beijocas!

assinatura nova tábata

Anúncios

3 comentários sobre “C. L #30 – Livros com personagens mulheres

Conte o que você achou!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s