Especial Mitologia Egípcia!

E hoje continuando a saga ” especial mitologias”, trago para vocês meus bebês, a segunda postagem patrocinada pela rede Record: Mitologia Egípcia! Não, não falarei sobre a novela Os 10 mandamentos! 

E para minha sorte a mitologia egípcia é muito mais complicada que a grega, bem feito pra mim que inventei essa história né hahahah

Vamos lá!

Como dito na mitologia grega, é importante que vocês se desprendam de crenças e religiões, porque aqui também encontraremos relações amorosas entre irmãos e demais parentes. E muitos deles não são humanos, existem deuses metade humanos metade animais. Os antigos egípcios representavam os seus deuses com aspecto humanos e cabeça de animal. Cada deus tem seu animal sagrado associado e digno de adoração, como se fosse a própria divindade.

De acordo com minha pesquisa descobri que os egipcios não deixaram tudo anotado e existem diversas teorias sobre templos, pirâmides, crenças, textos…se você não concordar com o que vou dizer, deixe um comentário ok?!

Rá

Atum-Rá

Tudo começou com Num, um ser subjetivo do universo que quando se transforma em um ser objetivo ( oi?) torna-se Atum-Rá deus do sol e o “Grande Deus”. Ele é o responsável pela explosão cosmica que deu origem aos outros deuses. Dessa explosão surgiu Shu, deus do ar,e Tefnut, deusa da chuva. Os dois tiverem um envolvimento amoroso e da relação nasceu Geb, deus da terra e Nut, a deusa do céu. Como toda boa história de mitologia os dois irmãos se envolveram e tiveram quatro filhos. Atum não gostando do envolvimento dos irmãos ordenou que Shu separasse os dois. Shu obedeceu o pai e foi lá separar seus filhos. Ele empurrou a Nut ( céu ) para cima e Geb ( terra) para baixo e para evitar que eles desobedecessem, Shu ( deus do ar) ficou no meio dos dois. Isso sim é castigo de pai né?!

Mas Nut e Geb tiveram quatro filhos antes dessa sepação: Osíris, Isís, Seth e Néftis e vamos falar deles agora. Osíris se tornou o deus da terra, Isís a deusa da maternidade, do nascimento e protetora das mães, dos filhos e da família ( bela, recata e do lar), Seth o irmão invejoso se tornou o deus do caos e da guerra e a caçula Néftis deusa da guerra e da caça.

Osiris

Osíris

Ísis

Isís

 

 

 

 

 

 

 

 

Osíris se casou com Isís e tiveram um filho chamado Horús com cabeça de falcão e protetor dos faraós e das famílias ( agora entedi por que na novela os dez mandamentos o faraó vivia dizendo ” por Horús!”).

Depois de um tempo Seth ( que tem a cabeça de um porco- formigueiro – animal raro da África) cheio de inveja resolveu matar seu irmão Osíris e se tornar o deus da terra e faraó soberano. Ele consegue essa façanha mas Isís ressucita o marido feat irmão e ele se torna o deus do submundo. Horús chateado por ter o pai morto resolve desafiar o tio Seth, vence a batalha e o expulsa para o deserto. Foi assim ele conseguiu recuperar o trono e torna-se o novo líder supremo. Horús se tornou um exímio guerreiro graças ao treinamento de Toth,  deus da sabedoria e da cura com uma  cabeça de ave – a íbis. É o patrono dos escribas e trouxe os hieróglifos ao Egito.

Horus. Seth. Neftis

Horus, Seth e Neftis

Quando Osíris morreu, Néftis que era casada com Seth, se divorciou e junto da irmã Isís entrou em luto.

Enquanto isso no submundo….

Anúbis - O juiz dos mortos

Anúbis

Osíris está lá curtindo o escurinho e sendo o deus supremo e juiz do mundo dos mortos, quando Néftis se disfarça de Isís e deita-se com ele. Néftis era apaixonada por Osíris (e você achando que ela entrou em luto por compaixão pela irmã né? ). E dessa relação  Osíris X Néftis nasce algum bebê? Claro que sim! Anúbis, o deus com corpo de homem e cabeça de cão que presidia o mundo dos mortos.  Néftis acabou sendo associada ao culto das mortes e sua imagem aparece ao lado de sarcófagos.

Saindo desse círculo irmão e irmão, temos a esposa de Horús, Hathor. Ela é a deusa guardiã das mulheres (especialmente as grávidas) e protetora dos amantes. Costuma ser representada como uma vaca divina, com chifres sobre sua cabeça, entre os quais está um disco solar.

Hathor.Sekhmet. Toth

Hathor, Sekhmet e Toth

E por último, porque isso aqui ficou muito longo já 🙂 , temos Sekhmet a deusa egípcia com cabeça de leão e associada a guerra. Ela era vista como a deusa que protegia o Egito nas batalhas. Mas antes disso dizem que ela era muito ruim, o wikipédia diz que certa vez, Rá ordenou a Sekhmet que castigasse a humanidade por causa de sua desobediência. A deusa executou a tarefa com tamanha fúria que o deus Rá precisou embebedá-la com vinho, pela semelhança de sua cor com sangue, para que ela não acabasse exterminando toda a raça humana. Bicha má.

Espero que tenham gostado!

Beijo, outro, tchau!

assinatura nova ana marys

 

 

 

 

 

Fontes: 

Wikipédia

https://fenixdefogo.wordpress.com/2013/12/01/top-10-da-mitologia-egipcia-veja-os-mais-poderosos-deuses-egipcios/

https://omundodegaya.wordpress.com/tag/deuses-egipcios-mitologia-egipcia/
Anúncios

6 comentários sobre “Especial Mitologia Egípcia!

Conte o que você achou!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s