Entrevista com o escritor F. P. Trotta

Conheci o livro Intergaláctica pelo Instagram e assim que vi a capa do livro e fiquei curiosa e fui ler a sinopse, logo já me interessei. Quando acabei de ler o livro entrei em contato com o autor e ele aceitou meu convite para participar de uma entrevista aqui no blog.

F. P. TROTTA

F. P. Trotta

Franco Poltronieri Trotta é o nome verdadeiro do autor de 24 anos que nasceu em São Paulo, e  Intergaláctica é seu primeiro livro publicado no Brasil. Escrito originalmente em inglês e chamado de Intergalactic. Dá uma olhada na entrevista do criador da heroína Amanda!

Você é formado em Administração de Empresas e participou de várias produções de eventos, de onde veio a vontade de escrever um livro?

Ironicamente eu dizia desde criança que queria ser escritor, lembro de falar isso na formatura do C.A. hahahaha! Mas por causa dos contatos da minha família era mais fácil seguir uma vida que desse dinheiro fácil trabalhando nas festas de boates cariocas e no Rock In Rio. Quando terminei o segundo RIR que fiz em 2013, vi que a história estava pronta na minha cabeça e a escrevi. Mas antes de Intergaláctica já tinha escrito dois outros livros, que hoje me envergonho muito e guardo a sete chaves (devia ter queimado!)

Os personagens Uyara e Placo são alienígenas muito importantes para a jornada de Amanda, Lina e Stryker. De onde surgiu a inspiração para a criação desses seres de outro mundo?

Pro Placo eu queria alguma criatura dócil que servisse de transporte pra eles. Mas meses depois eu acho que meu subconsciente roubou o Lapras do Pokémon e criou o Placo, e eu só me toquei depois. Enfim! Já a Uyara devia ser alguém que conseguisse ganhar a confiança do grupo pra apresentar o planeta a eles. Como sabemos, nada é o que parece, e se não fosse uma alienígena que servisse de guru para eles, não funcionaria.

Tem lançamento novo para esse ano?

Sim! Interdimensional vai sair na Bienal de São Paulo, dia 31/8 e 1/9, junto da minha sessão aonde vou assinar Intergaláctica!

Quem foi a primeira pessoa a ler o livro após finalizado? Essa pessoa te apoiou?

Minha melhor amiga! Sim, ela leu em 48 horas. E é igual com Interdimensional: ela tá lendo nesse momento. Hahahahaha!

Intergaláctica

Ficção científica é um gênero ainda não muito explorado pelos autores nacionais. Você pretende seguir essa mesma linha, ou pretende escrever sobre outros temas?

Eu queria preencher esse buraco, mas isso foi fácil pra mim porque eu sou estupidamente apaixonado pelo gênero. A ideia do que pode estar lá fora me fascina e é meu tema preferido pra conversas entre amigos. A história deve terminar no terceiro livro, mas eu mesmo ainda sei que não tenho cabeça o suficiente pra escrevê-lo ainda. Preciso agora dar uns dois anos focando em divulgar esses dois e aí sim focar em terminar a história. Então por enquanto estou no espaço!

Quais livros encontramos na sua estante de casa? Você tem um autor preferido?

Eu sou obcecado pela trilogia Fronteiras do Universo, do Philip Pullman. Também amo a quadrilogia 2001 do Arthur C. Clarke e Duna, de Frank Herbert.

De quem veio a ideia de transformar a história de Intergaláctica em história em quadrinhos? Como anda esse projeto? Tem data para ser lançado?

A história sempre teve um apelo visual muito grande – e aí um contato em comum me apresentou à Raiane, que está desenhando nesse momento. Mas o lançamento só deve acontecer no final do ano – quero fazer tudo meticulosamente!

Que dicas você dá para quem está começando?

Eu ainda sinto que estou começando, então a única dica que acho que posso dar depois de um ano dentro do mundo literário é que o clichê de escrever o que ama é regra principal. É uma delícia notar que um ano depois, prestes a lançar o segundo, todo dia eu ainda acordo cheio de felicidade pra responder os leitores, continuar a divulgação, e bolar os próximos: e isso é inteiramente porque eu amo escrever um universo feito pra quem quer, e precisa, como eu, ir embora da Terra por algumas horas.

separador

Gostaram da entrevista? Até a próxima! Beijocas!

assinatura nova tábata

Anúncios

Um comentário sobre “Entrevista com o escritor F. P. Trotta

Conte o que você achou!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s