Resenha: Azeitona, Bruno Miranda

Azeitona Bruno Miranda CAPA

Autor: Bruno Miranda    Editora: Planeta     Páginas: 352  Ano: 2016

Classificação 4/5 ⭐️ 🚍

Compre aqui -> l Submarino l Americanas

Sinopse:

Ian e Emília não trocaram mais que duas palavras desde que começaram a estudar juntos, mas é o nome dela que vem à mente dele quando precisa de uma parceira para um plano mirabolante: participar de um reality show sobre casais adolescentes que vão ser pais. Isso em troca de um cachê capaz de resolver todos os seus problemas.

Ian tem dezesseis anos e foi criado pela irmã, Iris, que precisou abrir mão de oportunidades na vida para cuidar dele. Agora, quando ela finalmente vai conseguir se formar na faculdade, ele se sente na obrigação de retribuir de alguma maneira.

Emília, aos dezessete anos, não quer retribuir nada a ninguém – pelo contrário, seu sonho é sair de casa o quanto antes para não discutir mais com a mãe, com quem sempre teve uma relação conturbada.

O fato de que eles não são um casal nem têm planos de ter um bebê de verdade parece apenas um detalhe. Mas a vida reserva surpresas, nem sempre boas, para quem acredita que é fácil inventar a própria história.

O romance de estreia de Bruno Miranda, criador do canal Bubarim, no Youtube, é uma história divertida e tocante sobre relacionamentos familiares.

“Enquanto você tentar se completar com qualquer outra coisa que não seja amor de verdade, você vai só se inflar como um balão de festa; quanto mais cheia, mais frágil.”

Se tem uma coisa que eu procuro evitar são livros brasileiro. Isso por causa da minha quedinha pelos Estados Unidos. Amo tudo de lá; A música, os filmes, os livros… É por isso que quando peguei o livro Azeitona de Bruno Miranda não esperava muita coisa, mas confesso que me surpreendi (positivamente falando).

O livro conta a história de Ian, um jovem que vive com sua irmã que, recentemente, descobriu que estava grávida. O livro começa com a frase “Além de Ian, havia sete pessoas na sala de espera do consultório médico”, o que na minha opinião é uma ótima maneira para se começar um livro (eu por exemplo nunca sei como devo começar meus textos, mas isso não é relevante).

Enquanto espera sua irmã sair da consulta, uma mulher se aproxima e, simples assim, se diz apresentadora de um programa de TV chamado Novos Pais e convida Ian e sua namorada grávida para fazerem parte do programa, que além de pagar um ótimo cachê, pode torná-los famosos. Até ai, tudo parece uma maravilha. Quem não sonha em aparecer na TV? Só havia um pequeno probleminha que separava Ian da fama. Ele não tinha uma namorada! Muito menos uma namorada grávida!

Até aí tudo bem. Ian pode dizer que não, certo? Ele vai dizer que não, certo? Errado! Ian foi criado pela irmã, que desistiu de muitas coisas na vida para poder cuidar dele e por isso, ele sente que deve alguma coisa a ela.

Mas tudo bem, não vamos nos desesperar. Ele pode muito bem combinar com alguma amiga, ou quem sabe, em último caso, até pagar alguém para fingir ser sua namorada e fazer com que tudo de certo. Só que não é isso que ele faz! Quando a produtora liga perguntando o nome de sua namorada, ele da o nome de uma completa desconhecida: Emília, uma colega de sala que acabou caindo em seu grupo para um trabalho de escola.

O mais estranho, que acaba se tornando engraçado, é o fato de Emília aceitar fazer parte dessa farsa e ter que conversar com a galera da produtora, mesmo não sabendo NADA sobre Ian.

“-É o milagre da vida. – a garota disse, enquanto passava a mão sobre a barriga. – Aconteceu bem atrás daquela porta.
-No banheiro. – Catarina perguntou.
-Daquela. – Emília apontou para a próxima porta do corredor.”

Azeitona também tras a tona relacionamentos entre família e em algum momento o leitor vai se identificar com as situações. Bom, não vou falar muito sobre o livro, para não perder a graça, mas saiba que se você quiser dar boas risadas e se surpreender no final, Azeitona é o livro perfeito.

Explicação para o título (pode ser considerado spoiler):
Nos estágios inicias da gravidez o tamanho do feto é comparado a pequenos grãos, e em uma conversa com a produtora Ian disse que o feto de Emília estava do tamanho de uma azeitona (cerca de 3 meses) a questão é que por Emília não estar de fato grávida, o ‘bebê’sempre será um azeitona. ( Vi no Tenho mais livros que amigos).

assinatura leticia

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha: Azeitona, Bruno Miranda

Conte o que você achou!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s