Resenha: Raio de Sol, Kim Holden

Raio-de-Sol

Autor: Kim Holden – Editora: Planeta            Páginas: 448 – Ano: 2016

Classificação 4/5 ⭐️ 🚍

Compre aqui l Submarino l Americanas

Sinopse:

Segredos.
Todo mundo tem um.
Alguns são maiores que os outros.
Alguns, quando revelados,
Podem curar você…
E outros podem acabar com você.
Faça épico, costuma dizer Kate Sedgwick quando quer estimular alguém a dar o melhor de si. Nascida numa família-problema, com direito a mortes e abandono, a garota de dezenove anos sempre buscou fazer a diferença. Em vez de passar os dias lamentando os infortúnios da vida, como tantos fariam em seu lugar, sempre vê as coisas pelo lado positivo não é por outro motivo que Gus, seu melhor amigo, a chama de Raio de Sol.
E é por isso que, quando passa na faculdade e se muda da ensolarada San Diego, na Califórnia, para a fria cidade de Grant, em Minnesota, ela leva consigo apenas boas lembranças e perspectivas. O que ela não espera é que será surpreendida pelo amor único aspecto da vida em relação ao qual nunca quis ser otimista ao conhecer Keller Banks, um rapaz que parece corresponder aos seus sentimentos. Acontece que tanto ele quanto ela têm um segredo. E segredos, às vezes, podem mudar tudo.

” Você está me perguntando isso mesmo? Gus. Você me conhece. Esse é praticamente o meu lema: sem arrependimentos. Arrependimentos só servem para imaginarmos alternativas e sentirmos raiva e tristeza, e não posso me dar o luxo de nada disso”.

Quando comecei a ler Raio de Sol eu  imaginava que alguma coisa triste ia acontecer, porque ele sempre aparecia ao lado de outros livros tristes, e como minha vida é só alegria, eu decidi chorar um pouco e encarar a realidade com ele hahah

A história é sobre Kate Sedgwick, uma adolescente de dezenove anos que ingressa na faculdade com bolsa de estudos. Ela sai da calorosa Califórnia para o frio de Minnesota. Kate teve uma vida muito difícil, mas quando você a conhece parece que a vida dela é perfeita! Ela é muito simpática, atenciosa, sorri de verdade, vê sempre o lado bom das pessoas…E por isso seu melhor amigo gato a chama de Raio de Sol. Mas não fiquem achando que ela é toda bobinha e anda saltitando. Ela fala palavrão sim, ela fica brava sim, ela arruma briga sim..ô se arruma! A diferença é que ela é feliz e transmite isso para as pessoas. A Kate é daqueles pessoas que a gente sente raiva porque acordou de bom humor, sabe? 

” As vezes as coisas funcionam a meu favor, e às vezes, não. É a vida. A gente só precisa aproveitar ao máximo.”

” Deus, como a pessoa mais positiva que eu conheço pode não acreditar no amor? Você é uma contradição tão grande.”

O livro é narrado por Kate e Keller ( o gatinho que ela se envolve na faculdade). E a história gira em torno dela e das pessoas que cruzam seu caminho durante o primeiro ano de faculdade.

” Silenciosamente, solto um ” obrigada Deus, o homem de pé na minha frente é um exemplar estonteante. Excelente trabalho!“. E encaro aqueles olhos tão azuis.”

Sinceramente a autora poderia ter tirado umas cem páginas da história, porque fica muito no mesmo, não tem tantas situações diferentes. Mas eu entendo que ela  fez isso para nos envolver na história e no fim nos matar  de chorar. Só isso explica rs.

Mas mesmo ficando chateada com essa ” enrolação” eu gostei da história. É um livro que passa uma mensagem muito bonita, que no fim você tem vontade de ser uma pessoa melhor. Quando você se torna um adulto amargo ( Oi!) e lê uma história dessas, começa a pensar em que ponto deixou de ser uma pessoa positiva. Quando Keller diz que ” a Kate sorri de verdade, não como essas pessoas que sorriem por sorrir”, eu pensei: quando foi que eu passei a sorrir no automático? * momento reflexão rs*

Eu vejo a Kate como um furação. Ela passa na vida das pessoas e muda tudo. Mostra o lado bom, mostra que devemos cuidar da nossa saúde e das nossas relações com muito atenção e carinho. Ela é o tipo de amiga que eu gostaria de ter. Ahhh! E pensa numa menina sortuda pra arrumar homem! hahaha…Só cara gato cruza o caminho dela! Quando a autora descreveu o Gus eu imaginei ele como o Chris Hemsworth, só que novinho. Gato né? E o Keller então? Tão gato que eu não encontrei ninguém para dar de referência rs.

E termino dizendo que fiquei chateada com o final. Assim, bem chateada mesmo viu dona autora. 

Ah o livro tem continuãcão! Mas dessa vez é contada por Gus. Se você lê em inglês já pode aproveitar a leitura. Preparando meu lencinho aqui.

Ah, antes de terminar o post selecionei algumas frases do livro:

” Sinto vontade de dar um tapinha nas costas dele para aliviar um pouco a tensão. Mas não faço isso. Eu adoro tocar nas pessoas, mas aprendi por tentativa e erro que algumas pessoas ficam surtadas com toques.”

” Tenho uma implicância com pessoas que fazem mal ao próprio corpo. Muitas pessoas dariam qualquer coisa por um corpo saudável. Seu corpo é um templo. Não se caga no templo.”

” Por mais que eu tente não pensar e não deixar a vida me deprimir, às vezes ela me deprime. E não quero isso. Porque a vida é um dom.”

E fico aguardando os comentários de vocês! 

Até a próxima!

Beijo, outro, tchau!

assinatura nova ana marys

Anúncios

4 comentários sobre “Resenha: Raio de Sol, Kim Holden

  1. Barbara M. disse:

    Olá, tudo bem?
    Passando pra perguntar se você continua lendo Harry Potter. Sei que o projeto não tem data para leitura, mas caso você não queira mais participar, não quero ficar te importunando te marcando nos posts sobre o projeto 😦
    Um beijo!

    Curtir

Conte o que você achou!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s