Resenha: Traços, Eduardo Cilto

traços

Autor: Eduardo Cilto – Editora: Outro Planeta      Ano: 2016 – Páginas: 272

Classificação 3/5 ⭐️ 🚍

Compre aqui l Submarino l Americanas

Sinopse:

Quando Matheus aceitou acompanhar Beatriz na festa do colégio, jamais imaginou que terminaria a noite participando de um ritual místico (de veracidade duvidosa) para saber o que o futuro reservava para ele e a amiga. Assim que as velas que os cercavam se apagam e uma resposta esquisita encerra a cerimônia, Beatriz leva o resultado a sério e entende que deve fugir da cidade pequena para se encontrar com seu destino nas ruas da capital de São Paulo. Perdido no meio de tudo, Matheus é obrigado a repensar o que considera certo ou errado quando é convidado para participar do plano maluco de fuga e decide que precisa passar por cima dos limites impostos pelos pais para finalmente ser capaz de entender quem realmente é. Os dois amigos partem sozinhos para São Paulo e carregam consigo não somente as malas nas costas, mas também o peso de todos os problemas que achavam que estavam deixando para trás. Sem ter ideia do que estão enfrentando, Matheus e Beatriz descobrem mais sobre si mesmos, criam, quebram laços e encaram desafios que jamais pensaram que confrontariam enquanto contavam as moedas para realizar esse grande plano que iria mudar suas vidas para sempre.

” A vida pode ser muito parecida com os quadrinhos, pois ambos tem alguém controlando o que acontece; no caso você é o desenhista da sua própria história, e os traços feitos são as ações que toma para designar o rumo que sua vida seguirá. Então tenha consciência de que, a partir de agora, é você quem define o desenho que seus traços vão formar.”

Olha, eu acho que se eu tivesse 16 anos eu teria amado essa história! Mas no auge dos meus cabelos brancos, cheia de boleto pra pagar, confesso que os personagens me irritarem com a falta de responsabilidade! 

Mas uma coisa é certa, a história é bem escrita e gostosa de ler. Matheus e Beatriz formam uma dulpa que não deveriam ir na padaria juntos. Não dá pra confiar hahaha

Matheus foi um personagem que eu gostei muito. Ele é um adolescente muito  tranquilo, muito comum. Ele tem um lado nerd, tem um problema de relacionamento com o pai, é apaixonado por Beatriz, tem poucos amigos…assim, não fede nem cheira, mas ele seria meu amigo na escola com certeza! É uma pessoa muito boa e disposto a ajudar os amigos.

Agora a Beatriz…aff. Que garotinha escrota. Mimada e egoísta. Não sei como o Matheus pode se apaixonar por ela. Pensa numa pessoa que é má influência e multiplica por dez. O resultado é a Beatriz. E o pior, a Beatriz é fã de um youtuber ( pois é, eu disse que isso era o pior)  e foge de casa para encontrar ele em São Paulo. Como ela não quer ir sozinha, já que ir sozinha é chato, ela envolve o Matheus e o convence a fugir com ela. Ele vai né, adolescente apaixonado faz cada coisa.

” Ás vezes, as pessoas se deixam cegar pelo número infinito de expectativas que as cerca e acabam não percebendo que o que elas mais querem está na frente do próprio nariz, não exatamente como imaginam, mas muitas vezes de um jeito até melhor do que o esperado.”

A viagem é marcada por vários acontecimentos. Carona com drag queens, documentos falsos, youtubers sendo desmascarados, sequestro, policia, reencontros…com certeza ambos tiraram uma lição.  A escrita do autor é muito madura e em muitos momentos encontramos mensagens de motivação e reflexão. Pela primeira vez encontrei um livro escrito por um youtuber que não foi feito para falar de si próprio e sim contar uma história.

” O mundo pode ser extremamente assustador e hostil quando você é forçado a encará-lo sem estar preparado. Mas é assim que as coisas sempre acontecem.”

” – O que quero dizer é que até o Super-Homem, que é o cara mais forte do mundo, fica fraco quando encontra uma pedrinha de kryptonita de vez em quando. Você vai ficar bem, vai dar tudo certo!”

O engraçado é que esse não é um romance. Não tem momentos fofos, de carinho, declarações de amor, pegação ou beijos.  Ele se encaixa melhor em uma categoria de aventura. 

Finalizando…esse livro é voltado para o público juvenil, pois trás muitas situações que vivemos nessa idade e também conta com referências desse mesmo universo. Fica a dica de leitura e para presentear!

Até a próxima.

Beijo, outro, tchau!

assinatura nova ana marys

Anúncios

Conte o que você achou!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s