Resenha: Conte-me seus sonhos, Sidney Sheldon

conte-me seus sonhos

Autor: Sidney Sheldon            Páginas: 249 Editora: Best Seller                Ano:  1998

Classificação 4 ⭐️ 🚍

Á venda l Submarino l Americanas

Sinopse:

Ashley, Toni e Alete têm duas coisas em comum: São bonitas e suspeitas de cometer uma série de assassinatos brutais. A polícia efetua a prisão, que leva a um dos julgamentos mais inusitados já vistos, com a defesa baseando-se em provas médicas bizarras, porém autênticas. De Londres a Roma, de Quebec a São Francisco, a trama de Conte-me seus sonhos é magnética desde o começo até o final surpreendente.

 

” O macaco perseguiu a lontra

   Em volta do pé de amora

   O macaco achou divertido.

   Mas a lontra – pluft!- foi embora”

Apesar de todos os livros do Sidney Sheldon serem iguais, eu adoro ele! 🙂

A história é bem narrada, envolvente, inteligente e os personagens são bem descritos…sou fã dele e para mim todos os livros dele são bons.

O livro conta a história de três mulheres que trabalham na mesma empresa e quando um série de assassinatos começam a  acontecer com pessoas próximas, elas são consideradas suspeitas. Ashley é uma doce mulher na casa dos vinte e poucos anos que mora sozinha e se sente vigiada por alguém que ela não sabe quem é, o que lhe tira a paz. Toni é uma mulher atraente e desinibida que vive a vida sem culpas e adora se envolver com homens por uma noite apenas. E temos Alete, uma italiana que adora arte. Essa ultimas são amigas e não gostam de Ashley.

Como dito, no decorrer da trama alguns homens são assassinados, sempre de forma cruel e sem motivo aparente. A policia prende uma delas e então começa um julgamento surpreendente! O desenrolar da história a partir desse ponto se passa entre o tribunal e o hospital. A cada página você conhece sobre o passado de cada uma e começa a entender o que as levou até ali. O bom é que o mistério é revelado no meio do livro e ao chegar nessa parte você olha para os lado e diz: “Oi? É isso mesmo produção?” ou “Peraí, deixa eu voltar essa parte”. E a história ficará melhor. Pode apostar!

E o final…você sorri e xinga o autor de tão genial.

Eu fiquei maravilhada a história inteira, mesmo tendo deduzido o mistério antes de ser revelado. Cheguei a sorrir de tão pasma.

Não vou dar muitos detalhes assim vocês terão a surpresa. Recomendo!

Depois me diz se gostou!

Beijo, outro, tchau!

assinatura ana