Resenha: A extraordinária garota chamada Estrela, Jerry Spinelli

a-extraordinaria-garota-chamada-estrela

Autor: Jerry Spinelli – Editora: Gutenberg            Ano: 2014 – Páginas: 192

Classificação 2/5 ⭐️ 🚍

Compre aqui l Submarino l Americanas

Sinopse:

A garota chamada Estrela. Ela é tão mágica quanto o céu do deserto. É tão estranha quanto seu rato de estimação. É tão misteriosa quanto seu próprio nome. Com um simples sorriso, ela captura totalmente o coração de Leo Borlock. Com sua alegria, ela incendeia uma revolução de liberdade e autenticidade no espírito de sua escola. No começo, os colegas encantam-se com ela por tudo o que a faz ser diferente. Mas isso começa a mudar, e Leo, apaixonado e apreensivo, percebe que a única coisa que pode salvá-la das críticas é a mesma que pode destruí-la: ser alguém comum. Nesta celebração do inconformismo, o premiado Jerry Spinelli tece um conto tenso e emocional sobre os percalços de precisar ser popular e da emoção e inspiração do primeiro amor.

“De todas as características incomuns de Estrela, essa para mim era mais marcante. As coisas ruins não a afetavam.”

Uma amiga minha me disse que esse era seu livro favorito, e quando alguém fala isso eu fico muito MUITO curiosa. Então ela me emprestou e hoje vamos falar um pouquinho dele. Simbora!

Quem narra a história é Leo Borlock. Ele mais a escola inteira se impressionaram quando uma aluna nova chamada Estrela ingressou no colégio. A primeira impressão dela foi chamar a atenção de todos pela sua aparência exageradamente incomum. Usava roupas e acessórios chamativos, além de tocar um instrumento chamado ukulele, parecido com um violão.

Além disso, Estrela tem uma personalidade maravilhosamente cativante! Deixava as pessoas ao seu redor felizes. Sempre se mostrou prestativa, acabando por ser chamada para o time de líderes de torcida, se tornando popular. Mas ela não se enchia disso, não inflamava o ego.

Porém, seus dias de popularidade chegam ao fim muito depressa. Isso porque, além das roupas, seu jeito também desagradava as pessoas. Não que havia algo de errado, ela simplesmente era boa demais. Mas convenhamos que Estrela é bem doidinha.

“Ao mesmo tempo, nos contínhamos. Porque ela era diferente. Diferente”.

Leo e Estrela haviam se tornado amigos bem próximos. Isso o incomodou, pois ele reparou que seus amigos da escola estavam ignorando-o com sucesso. Para ele, o que as pessoas acham ou o que vão achar é o mais importante. Tudo isso porque o viram andando com a garota.

“(…) todos desviavam de nós”.

Não bastava ser ignorada, Estrela era alvo de bullying. O mais fantástico era que ela não revidava. O seu interior permanecia da mesma maneira, independente da maldade de certos alunos. Como o próprio título diz, Estrela é extraordinária.

“Eles estavam todos em é agora, apontando os dedos, avançando, gritando, estivessem com o microfone ou não”.

Por fim, esse livro é direcionado para o público infanto juvenil, mas é indicado para todas as idades. A leitura é rápida, fácil e agradável. Além da mensagem, que é passada de maneira simples para o público jovem.

assinatura nova luiza

Anúncios