Resenha: A Mariposa no Espelho, A.G.Howard

a mariposa no espelho

                Autor: A.G.Howard  Páginas: 52                          Editora: Novo Conceito Ano:  2014

Classificação 2/5 ⭐️ 🚍

Sinopse:

Os fantásticos acontecimentos de O Lado Mais Sombrio se desenvolvem de maneira surpreendente no conto A Mariposa no Espelho, narrado a partir do ponto de vista de Jeb e Morfeu. Desejando saber mais sobre aquele com quem disputa o amor de Alyssa, Morfeu mergulha fundo nas memórias de Jeb enquanto este permanece preso no País das Maravilhas. Mas o enigmático Morfeu pode encontrar algo com o que não contava. Nessa nova perspectiva da releitura dark e muito intrigante de Alice no País das Maravilhas, você terá uma amostra deliciosa do que está por vir em Atrás do Espelho.

“Morfeu colocou o narguilé de lado, embora a sensação de queimação em seu peito não tivesse nenhuma relação com o fumo. Alyssa era a unica que poderia aplacar o incêndio que havia ali, pois fora ela quem atiçou aquelas chamas”

Nossa como esse livro confundiu a cabeça dos leitores rs…Muita gente achou que ele era o segundo livro da trilogia. Mas não bebês, esse é um conto adicional, um presentinho da escritora para nós, pode considerá-lo o 1.5.

Os três livros são esses: 

splintered-series-goodreads-button

Decepcionada com a cara dos boys.

Tem que dar os parabéns a quem fez a arte das capas, muito bem feitas!

Quem leu o primeiro livro lembra que..ops, se eu falar como terminou será spoiler né? Hum, e agora rs. Bom, no primeiro livro Alyssa é disputada constantemente por Jeb e Morfeu, nesse conto a história é contada pelo ponto de vista deles dois, tudo o que eles pensaram durante a aventura da Alyssa no País das Maravilhas. Confesso que o conto é um pouco confuso, mas se eu entendi bem, Morfeu entra na cabeça do Jeb e vê suas memorias sobre o que aconteceu durante sua aventura com Alyssa, vê e sente os medos, a insegurança e o amor dele por ela. Ao mesmo tempo mostra o que Morfeu estava pensando durante a passagem de Alyssa no País das Maravilhas.

E agora que ele conhece bem o Jeb, conhece seus pontos fracos, vai usar isso a seu favor para levar Alyssa de volta ao País das Maravilhas e fazer com que ela o ame. Bom, é um conto bem rápido mesmo e confuso, muito confuso. Se eu fiquei confusa com o primeiro livro que tem 367 páginas, imagina com um de 52 páginas hahahahaha.

“Jeb queria arrancar as asas pretas de Morfeu e enfia-las goela abaixo por te-la enganado.”

O segundo livro fala sobre  Morfeu indo atrás de Alyssa e atrapalhando a vida humana dela para que acabe voltando ao País das Maravilhas. Até agora não sei se ele é o mocinho ou o vilão, não gosto de ficar na dúvida.

E sinceramente se você não leu ou não pretende ler A Mariposa no Espelho, não vai perder nada.

As 52 páginas são recheadas de frase de amor, posse, Alyssa é isso, Alyssa é aquilo…se você tem diabetes não leia as frases a seguir:

” Ele se lembrou dela pairando acima dele – um brilho selvagem, flutuando com a graça de uma libélula. Ver as asas dela brotarem tinha sido ao mesmo tempo assustador e milagroso”
“Ela é minha melhor amiga. Minha musa, meu pincel, minha arte, meu coração. Tudo isso estará morto sem ela”
“Morfeu ficou tentado a recuar e deixar Jebediah ter seu momento de felicidade”
” Imaginar Jebediah com Alyssa, mostrando a ela os caminhos do amor, domando seu espirito selvagem com suas corriqueiras convenções humanas, queimou a garganta de Morfeu com o sabor amargo da inveja”

E você leu? Vai ler? Conta aí.

UPDATE!

O site da Le Livros já está disponibilizando o livro gratuitamente! 

Clica aqui -> A Mariposa no Espelho

UPDATE!

Participem da ‘manifestação virtual’ é só clicar na imagem! 😀

manifestação

Beijo, outro, tchau!

assinatura nova ana marys

Resenha: O Lado Mais Sombrio, A. G. Howard

O-Lado-mais-Sombrio

                                       A-d-o-r-e-i a capa!!!!                              Autor: A. G. Howard       Editora: Novo Conceito Páginas:367         Ano: 2013

Classificação 5/5 ⭐️ 🚍

Á venda l Submarino l Americanas

Sinopse:

Alyssa Gardner ouve os pensamentos das plantas e animais. Por enquanto ela consegue esconder as alucinações, mas já conhece o seu destino: terminará num sanatório como sua mãe. A insanidade faz parte da família desde que a sua tataravó, Alice Liddell, falava a Lewis Carroll sobre os seus estranhos sonhos, inspirando-o a escrever o clássico Alice no País das Maravilhas. Mas talvez ela não seja louca. E talvez as histórias de Carroll não sejam tão fantasiosas quanto possam parecer. Para quebrar a maldição da loucura na família, Alyssa precisa entrar na toca do coelho e consertar alguns erros cometidos no País das Maravilhas, um lugar repleto de seres estranhos com intenções não reveladas. Alyssa leva consigo o seu amigo da vida real – o super protetor Jeb –, mas, assim que a jornada começa, ela se vê dividida entre a sensatez deste e a magia perigosa e encantadora de Morfeu, o seu guia no País das Maravilhas. Ninguém é o que parece no País das Maravilhas. Nem mesmo Alyssa…

“Coleciono insetos desde os dez anos de idade; foi o único jeito que encontrei de silenciar seus sussurros. Espetar um alfinete em sua barriga os silencia rapidamente.”
 
“Estou começando a apreciar a loucura.
Isso não é bom. Não mesmo. “

Aprendi que antes de opinar sobre um livro que acabei de ler preciso esperar pelo menos 15 dias, assim eu consigo raciocinar melhor…por isso a demora 😀

O livro é uma versão adulta do conto Alice no País das Maravilhas, e como a própria capa sugere “Bem vindo ao verdadeiro País das Maravilhas” você já sente que a pegada é sombria. 

O livro é narrado pela própria Alyssa e é bem descrito, tão bem que as vezes eu não conseguia imaginar a cena, muita informação, muito fantasioso  hahahahah

Eu acredito que não rolou química entre o livro e eu. Pode ser porque eu esperava muito dele ou porque eu li rápido ou porque ele é realmente confuso. Ainda não consegui entender o personagem Morfeu, ele é vilão ou mocinho? O que ele realmente queria na história? Não entendi mesmo.

E se a família é “amaldiçoada” com essa história do País das Maravilhas, porque diachos colocam os nomes de todas as mulheres da família super parecidos: Alice – Alicia – Alison – Alyssa? Sem contar que confunde o leitor.

E nossa, essa encebação da Alyssa com o Jeb, de beija ou não beija, se pega no peitinho ou não me encheu o saco, são muitas páginas gastas com isso, sem necessidade. E o Morfeu com cenas de ciumes..aff.

Eu e a Alyssa não nos demos bem nesse contato inicial, ela tem uma personalidade bem fraca, é facilmente influenciada e manipulada, não toma decisões, é constantemente salva por Morfeu e Jeb, não sabe se continua com o papel de santa ou se encara que está se tornando uma mulher, e como tal tem desejos. E outra coisa que me instigou, ela foi para o País das Maravilhas salvar a mãe ou se salvar? Pois ela fala que já sabe que seu destino é o sanatório como todas as mulheres da família.

Espero me tornar amiga dela nos próximos livros da série.

” – Não vou perder mais um instante desenhando você – sussurra ele nos meus lábios – quando posso toca-lá – e pressiona sua boca contra a minha ”

O livro conta a história da Alyssa Gardner, uma adolescente retraída, sem muitos amigos, que tem uma paixão secreta por Jeb, irmão da sua melhor amiga, e Alyssa é tataraneta de Alice, a mesma Alice do conto do País das Maravilhas. Tudo ok até agora se não fosse pela fato que a mãe dela está internada num sanatório com alucinações de toca do coelho e Rainha Vermelha, e que a própria Alyssa está ouvindo o pensamento das plantas e insetos.

Alyssa não tem um bom relacionamento com a mãe, Alison, desde o acidente que tiveram quando ela era criança e foi esse acidente que motivou a internação da mãe no sanatório, desde então Alyssa não a chama de mãe, mas é perceptível o carinho e preocupação que ela tem. O pai ainda é apaixonado pela esposa e semanalmente a visita. Quando o pai conta que vão fazer uma lobotomia em sua mãe, Alyssa fica desesperada para impedir e começa a buscar informações sobre o País das Maravilhas e quem sabe salvar sua mãe.

Ela começa a receber alguns sinais de que o País das Maravilhas realmente existe e resolve descobrir o mistério que assombra sua família e quebrar a maldição que começou com sua tataravó. Ela consegue chegar no País das Maravilhas, mas não sozinha, pois Jeb a seguiu quando a viu entrando em um espelho. Juntos eles encontram Morfeu, um intraterreno que explica a eles o que aconteceu com Alice, os danos que ela causou no País das Maravilhas e o porque ele precisa de Alyssa para arrumar tudo.

A partir desse momento Alyssa e Jeb começam a passar por várias aventuras consertando os erros de Alice, MASSSSSSS nem tudo é o que parece no País das Maravilhas e todos (inclusive tu leitor) vãose surpreender com as reviravoltas da história. Vai mesmo, é sério.

“– Estamos muito altos… Isso faz meu estômago dar um nó.
– É assim que você sabe está viva, Alyssa. Os nós.”
” Ao levantar uma mão, ele inclina o chapéu daquele jeito sexy.
– Você me quer. Admita.
– Por que eu deveria querer você?
Ele levanta três dedos para contar. – Misterioso. Rebelde. Problemático. Todas as qualidades que as mulheres acham irresistíveis.”
” Minha náusea aumenta quando ouço os cravos falando por sobre o zunido dos ruídos de fundo. Eles estão dizendo como é doloroso ser podado nas hastes, reclamando sobre a qualidade da água na qual estão nadando, pedindo para serem recolocados na terra para que possam morrer em paz.”

Eu estou me surpreendendo até hoje, porque acabei de descobrir que tem continuação mas não tem previsão de estréia no Brasil, se você fez cursinho no Fisk e sabe ler em inglês, pode ler a continuação e saiba que eu te invejo! hahahahah

A saga completa é essa:

1. O Lado Mais Sombrio (Splintered)
1.5 A Mariposa no Espelho
2. Atrás do Espelho
3. Qualquer outro lugar
4. Untamed – Sem previsão de lançamento no Brasil.

E ai curtiu?

Já leu? Vai ler? Não vai ler? Comenta aí.

UPDATE!

Participem da ‘manifestação virtual’ é só clicar na imagem! 😀

manifestação

Beijos, outro, tchau!

assinatura nova ana marys

Livros que viraram filmes! #01

Eeeee hoje vamos falar de um assunto beeeemmm legal!!!

Livros que foram adaptados para o cinema!!

Acredito que os leitores ficam imaginando como seria se o livro virasse filme, eu mesma fico pensando isso com a minha atual leitura “O lado mais sombrio”, e muitas vezes a adaptação para o cinema é decepcionante, outras vezes a adaptação supera o livro..

O importante é que nós saimos ganhando não é mesmo ou não?!

Vamos lá!

A Hospedeira  

Livro                                                                                                  Filme

Sem título1                                                                                      

Esse, eu li e assisti. O livro é ótimo, com certeza é um dos meus favoritos e provavelmente é por esse motivo que eu não curti tanto a adptação para o cinema. O filme foi bem fiel ao livro, até a caverna onde eles se escondem ficou como eu imaginei durante a leitura, mas fiquei com a sensação que tudo aconteceu muito rápido e que pularam partes importantes. Tá eu sei que o filme levaria 3 horas pra ficar igual ao livro, mas mesmo assim foi tudo muito rápido. Conheço pessoas que gostaram do filme mesmo não lendo o livro…e nossa, quando lerem vão pirar na batatinha rs

Conclusão: Recomendo os dois! Mesmo não gostando do filme já vi duas vezes.  Sou louca mesmo.

Alice no País das Maravilhas

Livro                                                                                                            Filme

alice-no-pais-das-maravilhas

 

Queria encontrar o livro que li quando criança…ele tem a capa dura e os desenhos eram em preto e branco, m-u-i-t-o legal! Ops, achei! Ai que emoção! Ahhhhh quero esse livro =(

alice

 

 

 

 

 

 

Alice no País das maravilhas é um livro infantil, mas acredito que faça mais sucesso com os adultos. Tudo é fora do normal, exagerado, nada faz sentido e o resultado é um livro muitoooo legal, mágico e que te faz usar a criatividade! A adaptação mais recente foi do diretor Tim Burton, onde o Jhonny Depp faz o Chapeleiro Maluco.  Eu sinceramente não gostei do filme e não sei porque. Eu amei a fotografia do filme, os figurinos, a escolha do elenco, mas não sei o que acontece, eu sempre durmo nos primeiros trinta minutos.

Conclusão: Como eu disse eu sou louca, até hoje só conheci pessoas que elogiaram o filme, eu dormi. O livro é ótimo, leitura recomendada. E Lewis Carrol é homem.

 

Carrie – A Estranha

Livro                                                                                                     Filme

Sem título

Esse eu não li, e nem pretendo ler, a história está muito manjada, mas vi duas adaptações para o cinema a de 2002  e a última de 2013.

Mas minha mãe leu e contou a história, então eu tô por dentro da paradinha. O que é notável é a desordem com que as coisas acontecem, alguns filmes mudam o final da história, outros cortam alguns detalhes mas o final é igual, outros mudam o final mas deixam alguns detalhes….*enlouqueci*..deu pra perceber que os filmes não foram fieis né?rs

E as duas adaptações que assisti, posso afirmar que o primeiro é muito melhor que a segundo filme.

Conclusão: Independente do livro ou filme a Carrie é estranha.

A menina que roubava livros

Livro                                                                                                                Filme

Sem título

Eu li e assisti. Eu até comentei aqui no blog que não gostei do filme, mas assim, não gostei mesmo, de verdade. Quem leu o livro sabe que a Liesel não é limpinha assim..aff nada a ver. Ok, a história do filme foi beemm parecida com o livro, mas não me convenceu e não recomendo o filme.

Conclusão:  Ela rouba uns dois livros na história, os demais ela “pega emprestado” e devolve, isso não faz dela uma ladra.

Curtiram?

Beijo, outro, tchau!

assinatura ana