Resenha: Depois de você, Jojo Moyes

depois de vocêClassificação 3/5 ⭐️ 🚍

Á venda l Submarino l Americanas

Sinopse:

Quando uma história termina, outra tem que começar.

Com mais de 5 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Como eu era antes de você conta a história do relacionamento entre Will Traynor e Louisa Clark, cujo fim trágico deixou de coração apertado os milhares de fãs da autora Jojo Moyes.
Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la.
Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.

” Falhei com você Will. Falhei com você de todas as maneiras possíveis.”

Já quero avisar de antemão queridos leitores, que vou soltar um spoiler aqui. Mas só um tá!

Assim como Lou, nós passamos o livro em luto. É difícil aceitar um outro homem na história. Mas é uma relação tão gostosa e bonita de acompanhar, que o leitor acaba dando uma brecha no coração.

A Clark continua a mesma. Eu achei que depois de Will ela se tornaria uma pessoa que viveria a vida, conforme as instruções dele. Mas a única mudança significativa foi que ela está se vestindo como uma pessoa comum: jeans e camiseta. Nada de meias de abelhas nem combinações bizarras e estampadas.

Depois de viajar e conhecer os lugares que Will pediu, Lou volta a Londres, compra um flat e trabalha como garçonete. Ela leva um vida bem blá e blé. Um dia, durante uma bebedeira no telhado, ela perde o equilíbrio, cai, quebra vários ossos, é socorrida por um paramédico alto e forte, fica de cama por dois meses e após  convencer a família que não pulou do telhado, seu pai deixa ela voltar a Londres desde que frequente um grupo de apoio ao luto.

E acreditem ou não, ela volta para a vidinha dela mas pelo menos começa a frequentar o grupo. Um certo dia, uma garota de 16 anos bate em sua porta e [ spoiler alert ] diz que é filha de Will Traynor. Pausa para o choque. 

No meio dessa confusão, ela se aproxima de Sam, o paramédico gato/alto/sarado/cuida do meu coração também.

Os momentos de romance são ótimos, mas as intermináveis discussões com a aborrecente encheu muito minha paciência. Não curti. Quero o Will gente, cadê o Will? Resnasce aí!

” Antes que eu pudesse pensar, me debrucei sobre a mesinha, estiquei o braço para alcançar sua nuca e o beijei. Ele hesitou apenas por um instante depois se inclinou para frente e retribuiu o beijo.”

” Não queria saber se ele era um mulherengo compulsivo ou se estava fazendo um jogo. Eu estava tão sufocada de desejo que, na verdade, não ligava se ele quebrasse o outro lado do meu quadril.”

As conversas no grupo de apoio são ótimas também. Muito engraçadas. A escrita da Jojo é engraçada e leve né.

E o final, bom, com certeza é melhor que o final do primeiro rs…e sinto que terá uma continuação. Será?

” De que adianta se aproximar de uma pessoa se vamos perdê-la? Mas outro dia comecei a pensar sobre o que realmente quero da vida e me dei conta de que quero alguém para amar.”

” Fiquei um pouco surpresa com a rapidez com que me acostumei a ter um homem nu por perto. Ainda mais um que conseguia se mexer.”

E ai curiosos para ler? Mesmo não sendo a leitura que eu esperava, indico ele. Foi muito bom reencontrar os personagens.

Me contem a opinião de vocês!

Até a próxima.

Beijo, outro, tchau!

assinatura nova ana

 

Anúncios

Fofocas Literárias de Última Hora

nelson rubensHoje eu vou fazer o Nelson Rubens e contar as últimas notícias para vocês do mundo literário! Preparados?!

No cinema:

Nesses últimos dias foram anunciados as adaptações para o cinema com previsão para 2016 de : Alice Através do EspelhoA menina que tinha dons, Perdido em Marte ( com o deuso Matt Damon) Animais Fantásticos & Onde Habitam, Fallen, Criança 44 e Aladdin (com personagens reais!). Ok, Fallen era para ser lançado esse ano, mas a autora garantiu que ano que vem sai! *Juliana está desmaiada.*

Nota: Já prevejo decepções cinematográficas.

Nas Livrarias:

E uma das sequências mais aguardadas acaba de lançada! A continuação de  ‘Como eu era antes de você’ , que em inglês terá o título ‘After You’, ganhou uma sinopse e levou muitos fãs ao descontrole emocional e motor.  Nos Estados Unidos será lançado em Setembro. 

635604653206302811-JojoMoyes‘Como seguir em frente depois de perder a pessoa que ama? Como construir uma vida digna de ser vivida?

Louisa Clark já não é mais uma garota normal que vive uma vida simples. Depois dos transformadores seis meses que passou com Will Traynor, ela está lutando sem ele. Quando um extraordinário acidente força Lou a retornar para sua família, ela não pode deixar de sentir que está de volta para onde começou. Seu corpo se cura, mas Lou sabe que ela mesmo precisa de um pontapé inicial para voltar a viver. É assim que ela termina no sótão de uma igreja com os membros do grupo de apoio Moving On, que compartilham ideias, risadas, frustrações e terríveis biscoitos. Eles também a levam diretamente ao forte e capaz Sam Fielding — o paramédico, cujo negócio é a vida e a morte, e o único homem que pode ser capaz de entendê-la. Então uma figura do passado de Will aparece e leva todos os seus planos, empurrando-a para um futuro muito diferente…

Para Lou Clark, a vida após Will Traynor significa aprender a se apaixonar novamente, com todos os riscos que isso traz. Mas aqui Jojo Moyes nos da duas famílias, tão reais como a nossa, cujas alegrias e tristezas tocaram profundamente, e onde todas as mudanças e surpresas esperam.”

Tô aqui chorando já. Ah! E tem um booktrailer dele também!

Faltou alguma notícia? Conta aqui!

Beijo, outro, tchau!

assinatura ana

 

Resenha: Como eu era antes de você, Jojo Moyes

como eu era antes de você

Autor: Jojo Moyes       Editora: Intrínseca      Páginas: 320                Ano: 2013 

 Classificação 5 ⭐️ 🚍

Á venda l Submarino l Americanas                                                             

Sinopse:

 “Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.”

 – Às vezes, Clark, você é a única coisa que me dá vontade de levantar da cama.” – Will

Nossa difícil dizer minha opinião sobre um livro que passou como um furacão e deixou vários estragos..li em uma semana, e isso foi o suficiente para vários sentimentos tomarem conta de mim e eu nem estava de tpm!

É uma história bonita, triste, romântica, sensível, com um final que me espantou e que vai te prender do inicio ao fim. E posso dizer que não estava preparada para o estava por vir…

Will e Clark são pessoas tão diferentes que parece impossível eles terem se entendido. A química e simplicidade entre os protagonistas vai fazer com que você se apaixone, sorria e sofra junto com eles.

Comentei tanto sobre o livro enquanto lia, que sem querer, três pessoas se interessaram e vão ler também!

Vamos lá,

Clark trabalha em um café a tanto tempo que eu nem lembro agora pra te contar, mora com os pais, o avô,  a irmã e o sobrinho, eles são uma família bem típica, o pai trabalha a anos em uma fabrica e vive sob uma pressão constante achando que será demitido por causa da idade, a mãe é dona de casa e cuida do avô que sofreu um derrame, a irmã saiu da faculdade por causa da gravidez e hoje trabalha em um floricultura, eu não lembro de terem falado onde está o pai da criança…

Ah, Clark namora Patrick a seis anos e por incrível que pareça nunca falaram sobre casamento ou morar juntos. Patrick está mais interessado com o próprio corpo e com a maratona que vai participar do que com a namorada, e Clark é tão songa monga que não se importa com a falta de interesse do namorado.

Bom, o salário de todos é essencial para as contas da casa e quando o café onde Clark trabalha encerra as atividades ela se vê desempregada e sem nenhuma qualificação, o que leva a um certo “desespero” financeiro na família.

Quando surge a vaga de cuidadora temporária, Clark é relutante. Ela não sabe cuidar do avô, quem dirá “limpar a bunda de um estranho”, mas acaba aceitando pois o salário é bem acima da média, e praticamente a vaga é para ser  “babá”, para fazer companhia e ficar de olho no paciente. 

“Seu corpo era apenas uma parte do pacote completo, algo para se lidar de vez em quando, em intervalos, antes de voltarmos a conversar. Para mim, tinha se tornado a parte menos interessante dele” – Clark.

Will, o paciente e novo patrão de Clark, é um homem de 35 anos, muito bonito e que ficou tetraplégico em um acidente a dois anos atrás. Antes do acidente Will era CEO de uma empresa, um executivo muito competente e que vivia a vida com muita intensidade, sempre viajando, conhecendo coisas novas, praticando vários esportes…e o acidente acabou com a vontade de fazer qualquer coisa, até mesmo de viver.

O inicio do relacionamento com Will é bem complicado, já que ele não aceita essa atual condição e trata a todos com muita arrogância. Mas aos poucos os dois se aproximam e se tornam grandes amigos, inclinados a um algo mais. E essa amizade/amor transforma a vida deles, de um jeito muito especial eles aprendem uma valiosa lição e tudo muda…para sempre.

“– Não posso ser o homem que quero ser com você. (…) isso apenas se transforma… em outro lembrete do que não sou.” – Will

Durante a leitura eu senti raiva da Clark, ela não tem sonhos, projetos, interesses… para ela as coisas estão boas do jeito que estão, e assim ela vai levando a vida. A irmã é retratada como a inteligente da família, já que foi a única a ir para a faculdade. Constantemente Clark é afrontada com isso e por incrível que pareça ela aceita e não se ofende, o namorado está cagando e andando para ela, e ela não faz nada, é muito acomodada. Sabe, deu vontade de dar uns tapas nela.

Senti raiva da mãe do Will, ela coloca tanta pressão em Clark como se fosse a única responsável em trazer de volta a vontade de viver dele.

Também senti vontade de bater em Will, principalmente no fim do livro…mas ao mesmo tempo penso o que faria se fosse comigo ou com alguém próximo…é complicado mesmo. Mas foi o personagem que mais me identifiquei, ele é sarcástico, mal-humorado e instiga Clark a procurar um sentido para vida, ele faz de tudo para tira-la da zona de conforto.

“É isso. Você está marcada no meu coração, Clark. Desde o dia em que chegou, com suas roupas ridículas, suas piadas ruins e sua total incapacidade de disfarçar o que sente.” – Will

É uma leitura recomendável, ela vai mexer com você com certeza, vai te fazer refletir sobre sua vida, vai te fazer chorar e se apaixonar.

Se você já leu, me conta o que achou!

Se não leu, tá perdendo tempo!

Beijo, outro tchau!

assinatura nova ana