Resenha: Nerve, Jeanne Ryan

CAPA-Nerve

      Autor: Jeanne Ryan – Editora: Outro Planeta Ano: 2016 – Páginas: 304

Classificação 3/5 ⭐️ 🚍

Compre aqui l Submarino Americanas

Sinopse:

Você já se sentiu desafiado a fazer algo que, mesmo sabendo que pode se arrepender depois, acaba levando em frente? A heroína deste livro também.
Vee cansou de ser só mais uma garota no colégio, e quer deixar os bastidores da vida para assumir seu merecido posto sob os holofotes. E o jogo online Nerve, febre nacional transmitida ao vivo, pode ser o início dessa trajetória de sucesso. Basta que ela clique no botão “Jogador” em vez de “Espectador” para entrar na disputa, que propõe, a cada etapa, um desafio novo.
A adolescente acaba formando uma dupla imbatível com Ian, um garoto desconhecido com quem trava contato ao se inscrever em Nerve. Juntos, vão galgando posições no jogo. Mas, conforme os dois avançam na disputa, os desafios ficam cada vez mais complexos… e perigosos.

” – Se quer mesmo se envolver com o nerve, acesse o site amanhã como observadora

Quando eu comecei a leitura eu senti que já tinha visto isso antes..e vi mesmo, ano passado quando li o livro The Game [ O jogo] 😳 😳 

Em nerve, a adolescente Vee trabalha como assistente em um teatro onde sua melhor amiga é a estrela da peça. Vee tem um vida bem comum, sem grandes emoções, principalmente depois de um mal entendido que a deixou de castigo pelo resto da vida. Cansada de todos dizendo que ela devia se arriscar mais, ela resolve fazer um desafio do jogo online Nerve. Mas só para provar que ela pode fazer umas loucurinhas quando quiser.

” É difícil acreditar que pouco antes eu estava deprimida atrás de uma cortina empoeirada vendo minha melhor amiga me esfaquear pelas costas. E agora? Prêmios, diversão e dinheiro, talvez. Adoro esse jogo”.

Esse jogo online disponibiliza desafios para os usuários, e quem fizer mais sucesso é selecionado para a etapa seguinte. Coisas simples, como virar um copo de água na cabeça no meio da cafeteria ou cantar bem alto em público…a cada jogada o desafio fica mais difícil e o prêmio aumenta…como uma bolsa de estudos, um carro, uma viagem…o interessante é que o jogo sabe o prêmio que o jogador quer e usa isso a favor.

E aí meus queridos que a Vee toma gosto e quando nota, está completamente envolvida e mais encrencada que nunca. 

” Solto um sorriso e respiro fundo. E de novo. É hora do show”

” Quanto mais rápido eu cumprir o desafio, maior é a chance de sobreviver a ele. Ou não desmaiar, pelo menos”.

No meio dos desafios ela encontra Ian, um outro jogador. Nerve decide que eles serão uma dupla e passam a realizar os desafios juntos. Além dos jogadores temos os observadores, eles pagam para assistir o jogo, sugerem desafios e muitas vezes acompanham as missões. 

Mas nem tudo é diversão. O jogo começa a tomar um rumo muito sombrio, com desafios pessoais que ameaçam relacionamentos e o bem estar da dupla. Mas os prêmios são tão bons que eles decidem ir até o desafio final. Esse desafio envolve todos os outros jogadores que conseguiram cumprir todas as missões e o jogo preparou uma grande surpresa para eles. Confesso que não gostei dessa parte, enrolou muito e ficou confuso…

” Todo mundo prende a respiração. Há sete pistolas penduradas no fundo do armário”

Mas no geral o livro é viciante! Li em dois dias e queria uma continuação. Super recomendado!

Recentemente saiu um filme inspirado no livro. Isso mesmo, inspirado. Porque NÃO TEM NADA A VER COM O LIVRO. Nada. Agora eu sei como os fãs de Percy Jackson se sentiram 💔 

Confere aqui o trailer:

É isso pessoal! O que acharam? Já leram ou assistiram o filme?

Conta aqui tudo o que passa nessas cabeçinhas!

Até a próxima.

Beijo, outro, tchau!

assinatura nova ana marys

Anúncios

2 comentários sobre “Resenha: Nerve, Jeanne Ryan

  1. Cíntia Bená disse:

    Acho que ultimamente os livros estão só como inspiração mesmo…com Inferno, de Dan Brown, é a mesma coisa…eu gostei do filme, o contexto principal é o mesmo, mas a história em si é bem diferente…tanto que saí do cinema e a primeira coisa que fiz foi ler o final do livro de novo, porque tinha certeza que eu não estava ficando louca e que o final não era aquele…rsrsrs
    Beijos!!

    Curtir

Conte o que você achou!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s